Sidebar

19
Sex, Abr

Chico César

  • Alceu Valença engrossa o coro de artistas por Diretas Já! Movimento cresce e aparece pelo país

    Alceu Valença com Elba Ramalho e Geraldo Azevedo durante o show em Olinda (FOto: Classic Hall/Divulgação)

    O cantor e compositor pernambucano Alceu Valença engrossa a fileira de artistas a favor da saída de Michel Temer e da aprovação da Proposta de Emenda à Constituição que institui eleições diretas, caso Temer deixe a Presidência.

    Valença gravou um vídeo defendendo as Diretas Já, após ter feito a discussão com o público em seu show d'O Grande Encontro em Pernambuco, no Classic Hall, em Olinda. "Será que não seria necessário fazer uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) para fazer eleições diretas?", pergunta.

    Assista Alceu Valença

     

    E complementa seu raciocínio afirmando que "a gente precisa respeitar as posições, mas serem colocadas posições com muita lógica, para que a gente não transgrida a lógica". Acontece também em Olinda neste domingo (4), às 15h o espetáculo político-cultural “Não me venha com indiretas”, na Praça do Carmo.

    "A retomada da discussão sobre as Diretas no Brasil é um tema de total urgência. Nosso objetivo é amplificar essa discussão de forma aberta e democrática e colaborar com uma rede nacional que já vem se articulando com eventos em diversos lugares do país", defende o produtor cultural Leo Antunes.

    Porto Alegre

    Artistas gaúchos pedem apoio financeiro através do site www.vakinha.com.br para a realização do show-político que acontecerá no domingo (11) em Porto Alegre. “A superação da grave crise política e institucional pela qual passa nosso país somente será possível com a convocação de novas eleições. Para defender as Diretas Já, artistas gaúchos promovem ato-show no dia 11, às 11h, na Redenção (Parque Farroupilha)”, diz em texto de apresentação do evento.

    Colabore pelo link a seguir

    www.vakinha.com.br/vaquinha/ato-show-pelas-diretas-ja

    Já confirmaram presença par cantar pela democracia e pelas Diretas Já em Porto Alegre os artistas Ernesto e Bagre Fagundes, Duca Leindecker, Richard Serraria, Bebeto Alves, Conjunto BlueGrass Portoalegrense, Duda Calvin, Solon Fishbone, Ique Gomez, Orquestra de Brinquedos, Luciano Leoes e quem mais aparecer.

    Periferia do Rio de Janeiro

    suburbio pelas diretas

    Artistas da periferia carioca lançam o movimento Subúrbio Pelas Diretas e saem nas ruas neste domingo (4), com concentração às 14, no portão do Parque Madureira (shopping). Depois ocorre uma caminhada até a Praça Paulo Portela e às 17h iniciam as apresentações musicais e dos coletivos culturais, intermediadas com discursos políticos. A festa promete alegria e reflexão até as 20h.

    São Paulo

    Mesmo com mentira veiculada pela mídia burguesa, a capital paulista recebe grandes artistas já confirmaram presença, entre eles: Chico César, Maria Gadú, Criolo, Tulipa Ruiz e Emicida, no Largo da Batata, em Pinheiros (zona oeste), a partir das 11h. Temer já treme.

    Saiba mais

    Monica Iozzi e Wagner Moura convidam para o SP Pelas Diretas Já neste domingo (4). Assista! 

    Show pelas Diretas Já chega a São Paulo neste domingo (4). Compareça!

    Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy

  • Em vídeo, Chico César canta o Brasil e sua diversidade e convoca todos às ruas na sexta (18)

    O cantor e compositor Chico César gravou um vídeo para os Jornalistas Livres em homenagem ao Brasil e a sua diversidade cultural. Para César, a diversidade é a maior riqueza do Brasil, independente das divergências políticas. Ele convoca a todos a irem às ruas pela democracia no dia 18.

    Assista a gravação aqui.

  • Estudantes ocupam Assembleia paulista à procura do ladrão da merenda

    “Estamos ocupando a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) para tentar achar o ladrão da merenda”, diz Camila Lanes, presidenta da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes).

    A líder dos estudantes secundaristas brasileiros, complementa dizendo que “nós já sabemos o nome, o sobrenome e o cargo político que ele ocupa”. Por isso, acentua, “ficaremos aqui até que a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Merenda seja instaurada.

    Acompanhe a ocupação desde o início:

     

    O caso de superfaturamento e distribuição de propinas na merenda escolar das escolas públicas da rede estadual foi denunciado em janeiro do ano passado. A polícia civil e o Ministério Público paulistas criaram a Operação Alba Branca.

    Mas os deputados estaduais, de ampla maioria de apoio ao governador Geraldo Alckmin, se negam a instaurar a CPI da Merenda para investigar o caso, no qual o nome que mais aparece nas acusações é o do presidente da Alesp, Fernando Capez.

    Por celular, o presidente da União Paulista dos Estudantes Secundaristas (Upes), Emerson Santos, o Catatau, afirma que ontem haviam proibido a entrada de alimentos, cortado a água, a energia e o Wifi.

    Acompanhe discurso de Camila Lanes, presidenta da Ubes:

     

    “Alguns deputados negociam para podermos manter esta nossa luta democrática e justa”, defende. “Já está liberada a entrada de alimentos e água, mas ainda estamos sem energia e sem Wifi para nos comunicarmos melhor”.

    Emerson reforça o pedido de apoio à sociedade. “Precisamos da solidariedade de todos. Estamos exigindo o direito de saber quem roubou a merenda dos estudantes de São Paulo”, afirma. “Também precisamos de material de higiene pessoal e cobertores”.

    Ele realça também que faltam somente sete assinaturas de deputados para a instauração da CPI da Merenda. Então, pede para as pessoas irem à frente da Alesp e “se possível acampem e nos ajudem a lutar por uma educação pública de qualidade e com merenda”.

    Estudantes leem coletivamente Carta Aberta á população:

     

    Ontem à noite, os estudantes secundaristas receberam a solidariedade da União Nacional dos Estudantes (UNE), através da presidente da entidade, Carina Vitral. Ele atacou a afirmação do Kim Kataguiri de que as escolas públicas são repositórios de bandidos.

    “Os estudantes secundaristas não são criminosos, são de luta e construirão o novo estado de São Paulo e a nova educação pública no país”, afirma.

    Chico César prestigiou os ocupantes, assista:

     

    Saiba como ajudar pela página de apoio aos ocupantes no Facebook.

    Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy

  • Jornal The New York Times denuncia ao mundo o golpe no Brasil

    Considerado o diário mais importante do mundo, o jornal The New York Times (NYT) faz uma série de reportagens sobre o golpe de Estado jurídico-parlamentar em marcha contra a democracia brasileira.

    A equipe de correspondentes acompanhou algumas manifestações em defesa do Estado Democrático de Direito e das conquistas sociais dos últimos 13 anos. Os jornalistas norte-americanos produziram um vídeo, visualizado no mundo inteiro.

    Assista o vídeo do NYT 

    Camila Márdila (a Jéssica de Que Horas Ela Volta?) gravou uma chamada à resistência ao golpe. "Algo muito importante ainda está pra acontecer, não tem nada definido... A gente tem que prestar muita atenção ao que pode acontecer nos próximos dias nesse país, e não é só nas Olimpíadas”, diz a atriz.

    Veja Camila Márdila

     

    O vídeo “Golpe x Democracia”, do grupo Juventude Decidida, pergunta: "De que lado você está? De Eduardo Cunha, com várias acusações de atos ilícitos, ou de Dilma, sem nenhuma acusação comprovada?"

    Veja o vídeo e decida 

    Com muita irreverência, centenas de brasileiros e brasileiras tomaram a Times Square em Nova York, Estados Unidos, em defesa da democracia e pelo “Fora Temer”, no domingo (31). Chico César canta “as velhas raposas querem o galinheiro”...

    Assista

    Os Jornalistas Livres gravam vídeo de uma solenidade com a presença de políticos graúdos do PSDB paulista sobre a questão da saúde, onde ocorre um protesto contra o desmanche do SUS e os políticos se fazem de desentendidos.

    Estavam presentes José Serra (ministro interino das Relações Exteriores), Fernando Capez (presidente da Assembleia Legislativa de SP), Geraldo Alckmin (governador de SP), David Uip (secretário de Estado da Saúde) e Ricardo Barros (ministro da saúde do interino).

    Repare a cara de pau dos tucanos 

    Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy. Charge: Latuff

  • Pepe Mujica estará na 2ª Feira Nacional da Reforma Agrária em São Paulo. Aproveite!

    Começa nesta quinta-feira (4) a 2ª Feira Nacional da Reforma Agrária, no Parque da Água Branca (Avenida Francisco Matarazzo, 455 - Barra Funda), em São Paulo. Segundo o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), serão mais de 250 toneladas de alimentos saudáveis.

    A feira contará com 800 assentados, vindos das 24 unidades da federação onde o MST está organizado. A programação deste ano se estende até o domingo (7) e terá shows de Tulipa Ruiz, Emicida, Chico César, Targino Gondim e Tico Santa Cruz.

    Acompanhe a programação completa aqui.

    Os organizadores também garantem espaço para os novos talentos da MPB. Tem ainda a Feira Literária e a Culinária da Terra, que apresenta comidas típicas de todas as regiões do país, produzidos em plantações sustentáveis, sem agrotóxicos, garantem os organizadores da feira.

    Ouça Assentamento, de Chico Buarque, dedicada ao MST

    Além de todas essas atrações, a segunda edição da feira conta com a presença do ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica no seminário Alimentação Saudável, que terá também Bela Gil, Letícia Sabatella, o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha e o coordenador do MST, João Pedro Stedile.

    Veja aquia página do Facebook da feira.

    “Acho que essa feira vai atrair mais público. Na primeira feira, as pessoas ainda não estavam acostumadas. Muita gente decidiu ir por curiosidade. Agora eles já conhecem nossos produtos, sabem que não são produtos convencionais, são alimentos saudáveis, e por isso eu acho que essa feira vai ser ainda melhor do que a primeira”, afirma o assentado de Franco da Rocha (SP), Antônio Marcos da Silva.

    Portal CTB com informações do MST

  • Show pelas Diretas Já chega a São Paulo neste domingo (4). Compareça!

    O engajamento dos artistas começou no Rio de Janeiro no domingo (28). Mais de 100 mil pessoas levaram alegria para a praia de Copacabana para cantar, dançar e defender a democracia e barrar os retrocessos do “desgoverno” Temer.

    Confirme presença por aqui.

    A segunda jornada da campanha por Diretas Já será na capital paulista, no Largo da Batata, em Pinheiros, na zona oeste. “Faremos um ato político com arte onde as falas dos movimentos sociais e culturais que acontecerão longo do domingo vão abordar as Diretas Já e outras pautas nacionais de oposição ao desastroso governo Temer”, dizem os organizadores do SP pelas Diretas já.

    Do amor, de Tulipa Ruiz e Gustavo Ruiz

    A partir das 11h da manhã, diversos blocos de carnaval começarão a festa, que contará com a presença de Pitty, Tulipa Ruiz, Maria Gadú, Emicida, Criolo, Mano Brown, Chico César, Rael, Péricles, Otto, Edgard Scandurra e quem mais aparecer para defender a saída de Temer e eleições diretas para a Presidência já.

    Lembrando que nesta quarta-feira (31), a Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou um projeto de emenda à Constituição, de autoria do senador José Reguffe, sem partido, do DF, prevendo eleição direta em caso de vacância do cargo de presidente. E na Câmara dos Deputados tramita a Proposta de Emenda à Constituição de autoria do deputado federal Miro Teixeira, da Rede-RJ.

    Final de tarde, de Edgar do Cavaco e Thiago Silva; canta Péricles 

    O movimento pelas Diretas Já ganhou a adesão de muitos artistas, após às graves denúncias contra Temer e a possibilidade de sua renúncia. Isso porque de acordo com a legislação vigente se ele sair, a eleição é indireta via Congresso Nacional.

    Rouxinol, de Rael 

    De acordo com os organizadores do SP Pelas Diretas Já, a campanha pretende dialogar com toda a sociedade, principalmente com os mais de 90% que se mostram a favor de eleições diretas e querem a saída de Temer.

    Leia mais

    Que seja para o bem a participação de artistas na vida política do país

    Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy

  • Tássia Camargo e Chico César convocam para o ato desta sexta-feira (18) em todo o país

    A atriz Tássia Camargo e o cantor e compositor Chico César gravam vídeos para convocar as forças democráticas e os trabalhadores e trabalhadoras a tomarem as ruas nesta sexta-feira (18) em defesa da democracia e da classe trabalhadora.

    "Todos do Brasil, você no seu estado, defenda o seu voto, a nossa democracia", diz Tássia. E chama as trabalhadoras e trabalhadores a se somar à Frente Brasil Popular e defender a Justiça, a liberdade e o avanço democrático. Para ela, quem ama o país vai para as ruas dia 18.

    Assista Tássia Camargo:

     

    Já Chico César afirma que "um governo não pode acabar porque aconteceu uma passeata. Quando isso acontece é golpe".

    De acordo com o músico paraibano, quando uma mulher vai para a rua com uma faixa dizendo que pena que não mataram a presidenta da República, durante a ditadura. "É um crime".

    O artista convida as pessoas a defender as conquistas dos últimos 14 anos. "Depois que uma série de acessos foram conquistados por um segmento que ficou 500 anos à margem, eu etou falando descendentes dos negros, dos índios, das mulheres, dos homosexuais".

    Porque, explica César, somente "uma elite branca do país é que tinha acesso à educação, à saúde, ao transporte, o direito de ir e vir".

    De acordo com Chico César, essa elite podia ter empregada doméstica e tratá-la "quase como uma escrava. Hoje não pode mais". É isso o que está em jogo com essa trama golpista. Os direitos de quem trabalha e produz a riqueza do país.

    Acompanhe Chico César:

     

    Todos os corruptos têm que ser julgados e se comprovado o ato ilícito serem condenados. O problema , segundo o artista, é que "temos um Ministério Público politizado, uma Polícia federal politizada a serviço de gente contrária a que os trabalhadores (e trabalhadoras) rurais tenham sua terra", por exemplo.

    E sem "a democratização dos meios de comunicação" a luta fica desigual. Por isso, de acordo com Chico César ir para as ruas nesta sexta-feira (18) trata-se de "defender a democracia e o Brasil".

    Marcos Aurélio Ruy - Portal CTB