Sidebar

17
Seg, Dez

CTB-MA

  • 15 de Março: maranhenses dizem não às reformas de Michel Temer

    Trabalhadores e trabalhadoras saíram às ruas na manhã chuvosa desta quarta-feira (15), para participar dos Atos de Mobilização contra as reformas trabalhista, da previdência e em defesa da educação e de direitos e garantias sociais. O Ato, convocado pelo Fórum Maranhense em Defesa da Previdência Social, pela CTB-MA e demais centrais sindicais, aconteceu na Praça Deodoro, na capiítal São Luís, e seguiu em caminhada pela Rua Grande até o prédio sede do INSS, no Parque Bom Menino, onde foi realizado grande ato político.

    A dirigente nacional da CTB-MA, Hildinete Rocha, ressaltou que a classe trabalhadora deve se manter unificada para defender os direitos adquiridos em face dos ataques do governo Temer. "Só a nossa luta, unidade e força podem barrar os ataques e o sucateamento da Previdência Social, que é um patrimônio do povo brasileiro. Os trabalhadores e trabalhadoras desse país precisam se sensibilizar e reforçar a luta", disse de cima de um carro de som.

    A manifestação teve participação de diversas categorias de trabalhadores, como: rodoviários que realizaram operação tartaruga; correios; hoteleiros; metalúrgicos; panificação; rurais; trabalhadores da educação estadual e municipal de São Luís; trabalhadores em educação da Universidade Federal do Maranhão; vigilantes; agentes e inspetores penitenciários, dentre outras. Diversos movimentos sociais também estiveram presentes, como a União Nacional de Negros (Unegro) e União Nacional dos Estudantes (UNE).O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) também marcou presença no ato.

    Os professores iniciaram hoje (15), uma greve geral que atinge os docentes em todo o país. As Centrais Sindicais tentam construir uma greve geral de trabalhadores de todas as categorias para enfrentar as ameaças do governo. Na manifestação desta quarta, os trabalhadores mostraram – mais uma vez - o posicionamento contrário à aprovação das reformas.

    Entenda

    ctb ma 15m

    Hoje não há idade mínima para aposentadoria por tempo de contribuição. Os brasileiros se aposentam, em média, com 55 anos. Para receber a aposentadoria integral é preciso atingir a fórmula 85/95 (soma da idade e tempo de contribuição). A fórmula é simples e constitui-se da seguinte maneira: para atingir o tempo para a aposentadoria, basta somar o tempo mínimo de contribuição com a idade (30 anos mulher e 35 homem).

    Se aprovada, a PEC 287 vai aumentar o tempo de contribuição dos trabalhadores. Os homens que contribuem com 35 anos, passarão a ter de mais 14 anos de trabalho, que totalizam 49. A medida é mais injusta, ainda, com as mulheres, que hoje precisam contribuir 30 anos com o sistema, mas com a nova lei, trabalharão mais 19 anos caso queiram ter aposentadoria integral.

    Outra diferença é que, atualmente, quem contribui um período de 15 anos, já tem direito a uma aposentadoria proporcional; com a PEC 287, esse tempo aumenta em 10 anos, ou seja, para começar a ter direito, só com um mínimo de 25 anos de trabalho e contribuição.

    Márcio Rodrigo - CTB-MA

  • Bloco das Centrais leva irreverência contra a reforma da previdência hoje (10), em São Luis

    A partir das 16h deste sábado (10) as ruas de São Luis irão ferver de entusiasmo com os foliões do Bloco das Centrais. “Vamos foliar à beça, mas vamos levar reflexão para a sociedade, denunciando a reforma da previdência que quer acabar com a nossa aposentadoria”, diz Joel Nascimento, presidente da CTB-MA.

    carnaval das centrais ctb ma

    A concentração ocorre na Praça da Saudade, às 16h, no centro da capital São Luis. Leve a sua fantasia e caia na folia com muita consciência.

    Leia mais

    Centrais sindicais levam alegria para as ruas de São Luis, no Maranhão, nesta terça (6)

    Depois do Carnaval a mobilização vai ser geral. No Dia Nacional de Luta Contra a Reforma da Previdência - dia 19 – “estarmos nas ruas e nos aeroportos levando a nossa mensagem aos deputados e senadores: ‘Se votar, não volta’”, reforça Nascimento. No período da tarde, “teremos um ‘bandeiraço’ na ponte São Francisco”.

    Portal CTB

  • Centrais sindicais levam alegria para as ruas de São Luis, no Maranhão, nesta terça (6)

    As seções estaduais das centrais sindicais do Maranhão levam para as ruas de São Luis, nesta terça-feira (6), o Carnaval das Centrais, mostrando que sindicalista que brinca unido, luta de braço dado. A concentração ocorre às 15h na Praça João Lisboa.

    "Nos juntamos para participar da festa mais popular do Brasil e mostrar para a sociedade a importância de lutarmos contra a reforma da previdência que acaba com a nossa aposentadoria", diz Joel Nascimento, presidente da CTB-MA.

    Acesse cada link abaixo e ouça as paródias de marchinhas clássicas do Carnaval:

    Quem votar pela reforma tô fora

    Chegou a nossa hora

    Aposentar depois de morrer

    Carnaval das centrais sindicais 

    Portal CTB

  • Classe trabalhadora promete parar o Maranhão no Dia Nacional de Luta, sexta-feira (10)

    “Estamos mobilizando as trabalhadoras e trabalhadores do Maranhão para um ato unificado nesta sexta-feira (10) contra todas as reformas promovidas pelo governo golpista de Michel Temer”, afirma Joel Nascimento, presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, seção Maranhão (CTB-MA).

    Com a participação de todas as centrais sindicais, movimentos sociais e populares, a partir das 5h da manhã, o povo promete tomar a Barragem do Bacanga, na capital São Luís. “Mais uma vez saímos às ruas contra a reforma da previdência e pela revogação da Emenda Constitucional 95, da reforma trabalhista, da terceirização ilimitada e da reforma do ensino médio”, diz Nascimento.

    Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy

  • Conselho do Trabalho realiza Fórum de Aprendizagem nesta segunda (25), em São Luís

    O Conselho Estadual do Trabalho do Maranhão, presidido por Joel Nascimento, que também é presidente da CTB-MA, realizou nesta segunda-feira (25), na capital São Luís, o Fórum de Aprendizagem, destinado a debater como incorporar a juventude no mundo do trabalho.

    De acordo com Nascimento, que tomou posse no início deste ano no conselho, o fórum estava parado há 2 anos. “Nós sentimos a necessidade de retomar essa discussão porque a juventude está ficando sem perspectivas de trabalho decente”, diz.

    O sindicalista afirma ainda que o fórum contou com a participação de grandes e médios empresários. “O que esperamos a partir dos debates é que o empresariado cumpra a legislação e dê oportunidades aos jovens aprendizes”.

    jovem aprendiz ctb ma 1

    O governo do estado garantiu a abertura de mil vagas para aprendizes ainda neste ano. “Agora compete aos 217 prefeitos maranhenses fazerem o mesmo”, reforça. “O engajamento de toda a sociedade é essencial para uma política efetiva que atenda a demanda da juventude”, conclui.

    Portal CTB

  • CTB do Maranhão vai com força total ao 4º Congresso Nacional, em Salvador

    “Vivemos um momento ímpar no país com graves políticas de retiradas de direitos da classe trabalhadora”, diz Joel Nascimento, presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Maranhão (CTB-MA).

    Para ele, realizar o 4º Congresso Nacional nesta conjuntura aumenta a responsabilidade dos congressistas e cria “grande perspectiva em um debate que apontem rumos para a Luta dos trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade”.

    A delegação maranhense conta com 44 delegados e delegadas “com muita disposição de participar dos debates, encontrar os caminhos para superarmos a crise e ajudar a CTB a avançar ainda mais, mesmo na conjuntura adversa aos interesses da nação”, afirma Nascimento.

    Portal CTB

  • CTB vence eleição no Sindicato dos Servidores Públicos de Itapecuru Mirim, no Maranhão

    Neste domingo (29), ocorreu a eleição para a nova gestão do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Itapecuru Mirim, no Maranhão. Com chapa única, “o processo eleitoral correu tranquilamente”, explica Jorge Silva dos Santos, presidente reeleito.

    Ele conta que dos 751 associados aptos a votar compareceram às urnas 307, sendo que 305 votaram na chapa e ocorreram dois votos em branco. “Se considerarmos que a urna fica longe dos associados, a participação foi significativa”, afirma Joel Nascimento, presidente da CTB-MA.

    “Agora nesta nova gestão pretendemos avançar na luta pelo Plano de Cargos, Carreira e Salários que está totalmente defasado”, afirma Santos. “Estamos pensando também em novas alternativas de arrecadação para avançarmos em nosso trabalho de defender os interesses da categoria”.

    Portal CTB

  • CTB-MA apoia a Chapa 3 para renovar o Sindsaúde de Imperatriz, no Maranhão

    A Central dos Tabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, seção Maranhão (CTB-MA) manifesta seu apoio à "Chapa 3 - Renovação, União e Luta" na eleição do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (Sindsaúde) de Imperatriz, no interior do estado. "Esta é a chance de mudar a direção desse importante sindicato para colocar as pautas das trabalhadoras e trabalhadores da saúde no rumo da resistência e da luta por direitos", afirma Joel Nascimento, presidente da CTB-MA.

    ctb ma chapa3 enfermeiras eleicao

    A eleição ocorre no dia 6 de abril para o quadriênio 2018/2021. Quatro chapas disputam o pleito. Eduardo Palhares é o candidato a presidente da Chapa 3. Ele é funcionário efetivo do município lotado no Pronto Socorro Municipal de Imperatriz.

    Sindicalista com vasta experiência, Palhares integra a Executiva da CTB-MA. Junto a ele, outros 19 associados compõem a Chapa 3. "Lutamos pela renovação na direção do Sindsaúde de Imperatriz para avançarmos na luta por melhores salários e condições de trabalho para a categoria e pela melhoria dos serviços prestados à população nesta área vital", acentua Palhares.

    "A Chapa 3 está na disputa para que o Sindsaúde saia fortalecido e atue de acordo com a sua representação contra a retirada de direitos, principalmente na saúde, com os cortes impostos pelo governo federal através da PEC 55, que congelou os investimentos nos serviços públicos por 20 anos", completa.

    chapa 3 sindsaude imperatriz ma

    Nascimento aponta a importância desta eleição para definir melhor os rumos da saúde na segunda maior cidade do Maranhão. "Saúde para todas e todos com mais invetimentos nos profissionais e na infraestrutura para dar condições de atendimento adequado", conclui.

    Portal CTB

  • CTB-MA convoca a população para participar da Caminhada Contra o Golpe, neste sábado (30)

    A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Maranhão (CTB-MA) empreende todos os esforços para uma grande Caminhada dos Trabalhadores e Trabalhadoras Contra o Golpe, marcada para este sábado (30), na capítal São Luís.

    A manifestação em defesa da democracia, dos interesses da classe trabalhadora e do país é promovida pela Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo.

     

    ctb ma defesa democracia 30 abril 2016

  • CTB-MA lança a revista Mulher de Classe nesta quarta (13) com alegria e reflexão

    "Todas as pessoas que acreditam na solidariedade e na luta por direitos iguais estão convidadas para participar do lançamento da revista Mulher de Classe", diz Sandra Maria Ferreira Gonçalves, secretária da Mulher Trabalhadora da CTB-MA.

    O evento ocorre nesta quarta-feira (13), na sede da CTB-MA (Rua da Viração, 39, centro), na capital São Luís, das 16h às 21h. "Após o lançamento, tem forró pé de serra para o arrasta pé das mulheres de luta da CTB-MA", garante a sindicalista.

    Para ela, "essa importante atividade serve para mostrar que a CTB está antenada com a necessidade do movimento sindical debater as questões de gênero com disposição para construir um futuro de mais igualdade e respeito às mulheres e à todas as pessoas".

    Serviço

    O que: Lançamento Mulher de Classe

    Onde: CTB-MA (Rua da Viração, 39 - centro - São Luís)

    Quando: Quarta-feira (13), das 16h às 21h

    Quanto: De graça

    Portal CTB

  • CTB-MA mobiliza a população em defesa do serviço público e contra a reforma trabalhista

    A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, seção Maranhão (CTB-MA) convida a população maranhense para participar de ato em defesa do serviço público nesta sexta-feira (27), na capital São Luís.

    “É fundamental a mobilização das servidoras e servidores públicos para barrar a retirada de direitos promovida pelo presidente golpista Michel Temer”, diz Joel Nascimento, presidente da CTB-MA.

    A concentração do ato começa às 8h da manhã em frente ao Ministério da Fazenda com caminhada programada para iniciar às 10h pela rua Grande até a praça Deodoro. O presidente da CTB-MA afirma que “na praça realizaremos um grande ato com coleta de assinaturas e paralisação do sistema rodoviário de São Luís”.

    Contra a reforma trabalhista

    Já para o dia 10 de novembro, a CTB-MA organiza juntamente com sindicatos e o movimento social uma paralisação geral no estado. “A mobilização está grande para os dois eventos. Os maranhenses já entenderam que somente a luta nos garante”, diz Nascimento.

    Portal CTB

  • CTB-MA participa da mobilização pela revogação da reforma trabalhista na sexta (10)

    A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, seção Maranhão (CTB-MA) mobiliza a classe trabalhadora, juntamente com as outras centrais sindicais na sexta-feira (10), véspera de entrada em vigor da reforma trabalhista, que destrói os direitos da classe trabalhadora. O Dia Nacional de Lutas promete no estado.

    “A mobilização é geral no Maranhão para a realização de um grande protesto contra essa reforma trabalhista, que é praticamente a volta da escravidão”, afirma Joel Nascimento, presidente da CTB-MA.

    De acordo com ele, “os patrões e o governo federal estão festejando o fim da CLT”. Por isso, diz, “a classe trabalhadora precisa se unir e se organizar para que os nossos direitos trabalhistas sejam devolvidos. Precisamos resistir a todo custo”.

    Veja a programação do dia 10 de novembro no Maranhão

    Nascimento conta que a mobilização está forte no estado com a participação de todas as centrais sindicais maranhenses, os movimentos sociais e vários partidos de esquerda e democráticos.

    “Na sexta-feira (27) fizemos uma grande mobilização em defesa do servidor público em São Luís. A nossa preparação para o dia 10 está de vento em pompa”, afirma Nascimento.

    Portal CTB

  • CTB-MA realiza seu 2º Congresso Estadual

    Com o tema “Resistência e Luta pela Democracia e os Direitos Sociais”, a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Maranhão (CTB-MA), realiza nos dias 7 e 8 de abril, no Centro de Formação da Fetaema, em São Luís, o 2º Congresso Estadual que elegerá a nova diretora da entidade. Delegados representando mais de 20 sindicatos filiados participarão do evento.

    A abertura ocorrerá no início da noite do dia 7, com a presença de trabalhadores, sindicalistas, gestores públicos e autoridades locais e nacionais. Após a abertura, a Mesa Diretora que conduzirá os trabalhos, e o Regimento Interno serão submetidos à eleição.

    ctb ma congresso 2 ed banner topo 1

    De acordo com o presidente da CTB-MA, Joel Nascimento, a expectativa é de que o congresso renda bons debates e encaminhamentos firmes contra a política de retirada de direitos da classe trabalhadora, que a sociedade brasileira assiste perplexa. Segundo o sindicalista, o evento foi pensado, também, seguindo as diretrizes e orientações políticas aprovadas no último Congresso Nacional da CTB e reunião ampliada da diretoria nacional ocorrida no último trimestre de 2016, em São Paulo.

    A CTB-MA apresentará durante o congresso, na manhã do dia 8, um balanço político, econômico e administrativo dos anos de 2014, 2015 e 2016.

    Segundo a dirigente nacional da CTB, Hildinete Rocha, que também faz parte da direção estadual, em um prévio e rápido balanço houve um significativo avanço das ações da Central no Maranhão, com a interiorização das ações e amplitude do lastro de atuação das categorias. “Ao longo dos últimos anos conseguimos o advento de importantes categorias para a base da CTB, como trabalhadores nos Correios, Rodoviários, Enfermeiros, dentre outras, que chegaram para somar na luta em defesa do país”, pontuou Rocha.

    ctb ma congresso 2 identidade visual

    Sede Própria

    Durante o Congresso, será apresentado aos participantes o imóvel adquirido pela CTB-MA, onde funcionará a nova sede da entidade. A casa, de dois pavimentos, fica localizada na Rua da Viração, 39, centro da capital maranhense. Com mais de 300 metros de área construída, o imóvel tem estrutura adequada para atender às crescentes demandas da luta sindical e trabalhista travada pela CTB no Maranhão.

    Programação:

    7/4

    15h – Credenciamento;
    19h – Abertura do Congresso;
    20h – Eleição da Mesa Diretora e Aprovação do Regimento;
    20h30 – Jantar;
    21h – Atividade Cultural;


    8/4

    8h – Café da Manhã;
    9h – Conjuntura Internacional, Nacional (documento nacional) e Estadual;
    10h – Debate em Plenária;
    11h – Balanço Político, Econômico e Administrativo;
    13h – Almoço;
    14h30 – Abertura para inscrição de Chapas;
    15h30 – Encerramento de inscrição de Chapas;
    15h40 – Plano de Lutas;
    17h – Eleição da Direção e Conselho Fiscal;
    17h30 – Eleição dos Delegados ao 4º Congresso Nacional da CTB;
    18h – Encerramento.

    Marcio Rodrigo - CTB-MA

  • CTB-MA realiza seu 2º Congresso Estadual neste fim de semana

    Com o tema “Resistência e Luta pela Democracia e os Direitos Sociais”, a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Maranhão (CTB-MA), realiza nos dias 7 e 8 de abril, no Centro de Formação da Fetaema, em São Luís, o 2º Congresso Estadual que elegerá a nova diretora da entidade. Delegados representando mais de 20 sindicatos filiados participarão do evento.

    A abertura ocorrerá no início da noite do dia 7, com a presença de trabalhadores, sindicalistas, gestores públicos e autoridades locais e nacionais. Após a abertura, a Mesa Diretora que conduzirá os trabalhos, e o Regimento Interno serão submetidos à eleição.

    ctb ma congresso 2 ed banner topo 1

    De acordo com o presidente da CTB-MA, Joel Nascimento, a expectativa é de que o congresso renda bons debates e encaminhamentos firmes contra a política de retirada de direitos da classe trabalhadora, que a sociedade brasileira assiste perplexa. Segundo o sindicalista, o evento foi pensado, também, seguindo as diretrizes e orientações políticas aprovadas no último Congresso Nacional da CTB e reunião ampliada da diretoria nacional ocorrida no último trimestre de 2016, em São Paulo.

    A CTB-MA apresentará durante o congresso, na manhã do dia 8, um balanço político, econômico e administrativo dos anos de 2014, 2015 e 2016.

    Segundo a dirigente nacional da CTB, Hildinete Rocha, que também faz parte da direção estadual, em um prévio e rápido balanço houve um significativo avanço das ações da Central no Maranhão, com a interiorização das ações e amplitude do lastro de atuação das categorias. “Ao longo dos últimos anos conseguimos o advento de importantes categorias para a base da CTB, como trabalhadores nos Correios, Rodoviários, Enfermeiros, dentre outras, que chegaram para somar na luta em defesa do país”, pontuou Rocha.

    ctb ma congresso 2 identidade visual

    Sede Própria

    Durante o Congresso, será apresentado aos participantes o imóvel adquirido pela CTB-MA, onde funcionará a nova sede da entidade. A casa, de dois pavimentos, fica localizada na Rua da Viração, 39, centro da capital maranhense. Com mais de 300 metros de área construída, o imóvel tem estrutura adequada para atender às crescentes demandas da luta sindical e trabalhista travada pela CTB no Maranhão.

    Programação:

    7/4

    15h – Credenciamento;
    19h – Abertura do Congresso;
    20h – Eleição da Mesa Diretora e Aprovação do Regimento;
    20h30 – Jantar;
    21h – Atividade Cultural;


    8/4

    8h – Café da Manhã;
    9h – Conjuntura Internacional, Nacional (documento nacional) e Estadual;
    10h – Debate em Plenária;
    11h – Balanço Político, Econômico e Administrativo;
    13h – Almoço;
    14h30 – Abertura para inscrição de Chapas;
    15h30 – Encerramento de inscrição de Chapas;
    15h40 – Plano de Lutas;
    17h – Eleição da Direção e Conselho Fiscal;
    17h30 – Eleição dos Delegados ao 4º Congresso Nacional da CTB;
    18h – Encerramento.

    Marcio Rodrigo - CTB-MA

  • CTB-MA ressalta a disposição da militância contra as reformas e por Diretas Já

    Trabalhadoras e trabalhadores blolqueiam entrada do Porto Itaqui na manhã da sexta (30)

    O presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Maranhão (CTB-MA), Joel Nascimento, saúda a força da militância da CTB-MA, das outras centrais sindicais e dos movimentos sociais maranhenses que levaram às ruasdo estado, milhares de pessoas contra as reformas do presidente ilegítimo Michel Temer. A Greve Geral desta sexta-feira (30) foi grande no Maranhão.

    "Junto com a classe trabalhadora, a juventude mostrou que deseja trabalho decente, com remuneração digna. Mais do que isso os jovens querem ter perspectivas de vida e uma aposentadoria decente", reforça Nascimento. "As bandeiras históricas do movimento sindical não podem ficar ao léu. Estamos nas ruas para dizer basta de escravidão, chega de tanta corrupção. Fora Temer e Diretas Já para a nação recuperar sua autoestima".

    Portal CTB

  • CTB-MA vai a aeroporto de São Luís pressionar deputados contra a reforma da previdência

    A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, seção Maranhão (CTB-MA) faz atos para mobilizar a classe trabalhadora maranhense contra a reforma da previdência, além de combater todos os retrocessos do governo golpista de Michel Temer.

    “Estamos nas ruas praticamente todos os dias levando informação para a população se mobilizar e barrar a reforma da previdência que acaba com a nossa aposentadoria e também para a revogação da reforma trabalhista que liquida com os nossos direitos”, diz Joel Nascimento, presidente da CTB-MA.

    Na quarta-feira ocorreu panfletagem no centro de São Luís e nesta quinta-feira (14), a CTB-MA protesta no aeroporto da capital maranhense para pressionar os deputados federais do estado a votarem contra a reforma da previdência.

    “Eles sabem que se votarem a favor não voltam para o Congresso”, afirma Nascimento. “Nós estamos dando o recado”. Ele conta que todas as centrais sindicais estarão hoje no aeroporto às 11h30 e às 21h. “Com unidade derrotaremos o avanço conservador do capital contra o trabalho”, acentua.

    Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy

  • CTB: 11 anos de luta

    Fundada em 12 de dezembro de 2007 num congresso realizado em Belo Horizonte (MG) a CTB celebra nesta quarta-feira seu 11º aniversário.

    São 11 anos de luta em defesa dos direitos da classe trabalhadora, por um projeto nacional de desenvolvimento fundado na democracia, na soberania e na valorização do trabalho e contra a ofensiva das forças conservadoras, o golpe de Estado disfarçado de impeachment e a agenda de restauração neoliberal imposta pelo governo ilegítimo presidido por Temer.

    Apesar das adversidades e dos ataques sofridos pela classe trabalhadora e o movimento sindical nos últimos anos, a trajetória da nossa central classista desde 2007 foi de contínuo crescimento e consolidação. Tendo inaugurado sua existência com cerca de 600 entidades sindicais na base, hoje a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil conta com mais de 1200, um crescimento de 100% no período

    O êxito político e organizativo se explica pela coerência na defesa de seus princípios e a participação ativa e incansável na linha de frente das batalhas de classes que se verificaram no período. Daí a credibilidade no movimento sindical e entre as forças progressistas da nossa sociedade.

    Defesa do socialismo

    O que diferencia a CTB é o compromisso inarredável com os interesses imediatos e futuros da classe que representa: a defesa do Direito do Trabalho, da valorização dos salários, redução da jornada, trabalho decente, a luta contra a exploração do trabalho análogo ao escravo e do chamado trabalho infantil, contra a exploração capitalista e por uma sociedade sem exploradores e explorados, a defesa do socialismo e de um projeto nacional de desenvolvimento com democracia, soberania e justiça social.

    Entre as realizações e conquistas da CTB, sempre em aliança com as demais centrais e os movimentos sociais, destaca-se a realização da 2ª Conferência Nacional da Classe Trabalhadora (Conclat), que reuniu mais de 30 mil sindicalistas das cinco maiores centrais sindicais do país no Pacaembu (SP) em 1º de junho de 2010 e aprovou a “Agenda da classe trabalhadora por um novo projeto nacional de desenvolvimento com democracia, soberania e valorização do trabalho”.

    Conclat

    A Conclat foi originalmente proposta pela CTB no congresso fundação. Nossa Central teve também relevante participação nas marchas da classe trabalhadora, nas Marchas das Margaridas, na luta pela reforma agrária e o fortalecimento da agricultura familiar, pela redução dos juros, em defesa das aposentadorias, contra a terceirização irrestrita e contra a reforma trabalhista de Michel Temer.

    No campo das relações internacionais, nossa Central teve destacada participação na Federação Sindical Mundial e organizou em São Paulo um Simpósio internacional e um Ato mundial anti-imperialista na comemoração dos 70 anos da FSM em 3 de outubro de 2015. A CTB também é uma das fundadoras e líder do Encontro Sindical Nossa América (Esna), que congrega sindicalistas de vários países latino-americanos e caribenhos.

    Os cetebistas estiveram na linha de frente da greve geral de 28 de abril de 2017 e não vacilaram em denunciar, desde o início, o golpe de 2016, alertando e mobilizando suas bases contra o processo de restauração neoliberal e consequente desmantelamento dos direitos trabalhistas e da seguridade social, enfatizando a defesa do SUS e da educação pública, laica e gratuita. A CTB integra o Fórum das Centrais e as Frentes Brasil Popular e Povo sem Medo e celebra o seu 11º aniversário reiterando o compromisso de defender intransigentemente a causa dos trabalhadores e trabalhadoras, o desenvolvimento nacional soberano e o Socialismo, uma necessidade histórica que se transforma em imperativo do nosso tempo face à grave crise que abala o sistema capitalista internacional e que requer a construção de uma frente ampla de resistência para superá-la e evitar a barbárie.

    São Paulo, 12 de dezembro de 2018

    Adilson Araújo, presidente da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil)

  • Dia do Basta: maranhenses tomam as ruas de São Luís contra o golpe e por direitos

    Em uma plenária na quinta-feira (2), as trabalhadoras e os trabalhadores maranhenses preparam uma agenda de organização do Dia do Basta - 10 de agosto -, em São Luís, capital do estado. “A unidade é a nossa força”, diz Joel Nascimento, presidente da CTB-MA.

    Ele conta que nesta segunda-feira (6) ocorre uma plenária na sede do Sindicato dos Bancários do Maranhão para finalizar os preparativos para a realização de “um grande ato e dar um basta nos desmandos do desgoverno Temer”.

    Já na terça-feira (7) haverá panfletagem nas proximidades da rua Deodoro, perto da Caixa Econômica Federal, próximo ao Passeio, às 8h da manhã e às 17h, no Terminal de ônibus da Praia Grande.

    O Sindicato de  Alimentos fará um esquenta para o Dia do Basta, na avenida Norte Sul Cohatrac lV ao lado do Supermercado Marciel, na quarta-feira (8), às 6h da manhã. Uma panfletagem acontece na quinta-feira, às 17h, no Terminal de ônibus do São Cristóvão.

    O grande ato do Dia do Basta, começa às 6h da manhã, na Barragem do Bacanga, em frente ao portão da Universidade Federal do Maranhão com uma caminhada posterior até Cajazeira. "Basta de desemprego, basta de aumentos no gás de cozinha, basta de recessão", são as palavras de ordem.

    Portal CTB

  • Greve Geral paralisa a Capital e alcança 200 municípios do interior do Maranhão

    Os trabalhadores e trabalhadoras das zonas Urbana e Rural do estado do Maranhão, cruzaram os braços em quase 100% dos municípios. A GREVE GERAL alcançou 200 cidades, de um total de 217. Na capital, São Luís, o transporte público parou 100% com a importante adesão dos Rodoviários. A CTB-MA calcula que mais meio milhão de pessoas tenham participado da GREVE em todas as regiões do estado.

    Desde as 4h da última sexta-feira, 28, trabalhadores de centenas de categorias começaram a se concentrar em diversos pontos estratégicos do Estado. Em São Luís, foram realizados atos na avenida dos Portugueses, fechando a rodovia que dá acesso ao Porto do Itaqui nos dois sentidos; Praça Deodoro, centro; e Estreito dos Mosquitos, BR 135, entrada da Capital. No interior, os trabalhadores e trabalhadoras cruzaram os braços nas mais diversas cidades: nas cidades de Imperatriz (BR 010); Brejo, no povoado Palestina, às margens da MA 034; Pinheiro, Baixada Maranhense; Santa Luzia do Paruá, no povoado Alto Turi, e em Pindaré, Estava Zero, ambas na BR 316; Alto Alegre do Maranhão, no povoado Caxuxa, na altura da rotatória da BR 135; em Caxias, na BR 316; no centro da cidade de Balsas, Sul do Estado; em Presidente Dutra, Região dos Cocais, e Cidelândia, Região Tocantina.

    O evento foi convocado pelas centrais sindicais (CTB, CUT, CSP Conlutas, CSB, Força Sindical, NCST e UGT), e pela Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Maranhão (Fetaema). Nesse clima de unidade, a GREVE GERAL parou o Maranhão e chamou a atenção da sociedade e dos parlamentares estaduais e federais para o clamor social contra os ataques aos direitos sociais do povo brasileiro.

    O presidente da CTB-MA, Joel Nascimento, ressaltou o alcance do movimento no interior do Maranhão e por todo o país, como forma de enfrentamento tanto ao Governo Federal quanto ao Congresso Nacional, especialmente os 12 deputados maranhenses que votaram a favor da reforma trabalhista. “Precisamos de um movimento unificado para dizer não aos políticos e prosseguir na luta pela manutenção dos nossos direitos”, avaliou.

    Márcio Rodrigo – CTB-MA

  • Joel Nascimento é eleito presidente do Conselho Estadual do Trabalho do Maranhão

    Joel Nascimento, presidente da CTB-MA foi eleito na sema passada para presidir do Conselho Estadual do Trabalho do Maranhão, por unanimidade. 

    Com um extenso trabalho na área social, Nascimento já esteve à frente das maiores mobilizações no Maranhão. Na CTB-MA organiza as lutas contra as maldades do governo golpista de Michel Temer, contra as reformas que retiram os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras de todo o país.

    A posse está prevista para o dia 17 de Janeiro de 2018, com local a definir. O cetebista agradeceu o apoio. "Agradeço aos companheiros que me elegeram por aclamação, a CUT da companheira Adriana, Força Sindical Frazão, Nova Central Kleber, UGT Lindalva, e as demais companheiros da bancada que me apoiaram e votaram na minha escolha", pontuou o presidente eleito.

    Para ele, essa eleição é "um reconhecimento do intenso trabalho da CTB-MA na defesa dos interesses da classe trabalhadora, do estado e do país".

    Portal CTB com agências

  • Joel Nascimento toma posse na presidência do Conselho Estadual do Trabalho do Maranhão

    Eleito por unanimidade em dezembro do ano passado, o presidente da CTB-MA, Joel Nascimento, vai presidir o Conselho Estadual do Trabalho do Maranhão em 2018. “É uma grande responsabilidade ao mesmo tempo em que significa um reconhecimento do trabalho desenvolvido pela CTB em nosso estado”, diz Nascimento.

    A posse do conselho ocorre nesta terça-feira (16), às 9h, no Auditório da Casa dos Conselhos, na capital São Luis (rua 7 de Setembro, 52, centro). “A participação de todas e todos será fundamental para a realização de um ótimo trabalho na defesa dos direitos da classe trabalhadora. Contra a reforma da previdência e pela revogação da reforma trabalhista e da terceirização ilimitada”, reforça o presidente da CTB-MA.

    Serviço

    O que: Posse Conselho Estadual do Trabalho do Maranhão

    Onde: Auditório da Casa dos Conselhos

                Rua 7 de Setembro, 52, centro, São Luis

    Quando: Terça-feira (16), às 9h

    Portal CTB

  • Mais de 50 mil trabalhadoras rurais do Maranhão protestam contra retirada de conquistas nesta quarta (8)

    Desde às 4h30, mais de 50 mil trabalhadoras rurais, ligadas à Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Maranhão (Fetaema), protestam contra as reformas da previdência e trabalhista.

    Além dessas bandeiras, as trabalhadoras defendem a agricultura familiar e o combate à violência contra a mulher. “Este 8 de março tem um sabor diferente. É o primeiro após a deposição da presidenta Dilma. Isso nos faz sair às ruas para defender nossas conquistas”, diz Rosmari Malheiros, secretária-geral da Fetaema.

    Para a sindicalista, as mulheres estão cada dia mais presentes na defesa da democracia porque “somos nós que sentimos primeiro os efeitos da crise e os cortes de verbas nos setores sociais”. Ela acredita que o descaso com os programas sociais está “devolvendo à pobreza um número muito grande de famílias e as mulheres são as que mais sofrem”.

    ctb ma 8 de marco 2017

    Já o presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Maranhão (CTB-MA), Joel Nascimento afirma que a central apoia integralmente as trabalhadoras que defendem a igualdade de gênero e lutam pelos seus direitos.

    “O Dia Internacional da Mulher é uma data histórica e de luta. As mulheres brasileiras estão perdendo muitas conquistas com esse governo golpista. Nós da CTB estamos juntos com as mulheres na campanha pela igualdade de direitos”, diz.

    Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy com informações da Fetaema

  • Manaus vai parar contra a reforma trabalhista nesta sexta-feira (10)

    “A mobilização está a todo o vapor. Todas as centrais sindicais e os movimentos sociais estão juntos nesta manifestação para que seja revogada a reforma trabalhista”, diz Isis Tavares, presidenta da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, seção Amazonas (CTB-MA).

    Ela conta ainda que a mobilização está forte. “Estamos nas ruas, nas escolas, portas de fábricas, em todos os lugares divulgando este importante ato contra essa ofensiva do capital contra o trabalho”.

    ctb am jornal manifestacao

    ctb am jornal manifestacao 1

    A principal concentração unificada está marcada para às 16h, na Praça da Polícia, no centro da capital amazonense. Mas pela manhã os petroleiros da Refinaria de Manaus prometem uma paralisação, assim como outras categorias garantem cruzar os braços.

    “Na parte da tarde todo mundo estará na nossa manifestação unificada para barrar essa ofensiva conservadora e reconquistarmos nossos direitos que estão sendo perdidos”, define Tavares.

    Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy. Ilustração: Rice

  • No Maranhão, a CTB também começa o ano com grande vitória

    A Chapa 1, da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), venceu a eleição para a nova direção do Sindicato dos Professores da Educação Municipal de Pinheiro (Sinprosempi), no Maranhão neste domingo (14).

    Participaram do pleito, 386 associados em 668 em condições de votar. A Chapa 1, da CTB-MA, teve 230 votos contra 155 da chapa adversária e 1 voto nulo. “Essa é mais uma importante vitória da central que mais cresce no Maranhão e no país”, diz Joel Nascimento, presidente da CTB-MA.

    Portal CTB

  • O Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Pindaré Mirim se filia à CTB-MA

    Foi realizada neste domingo (22), em Pindaré Mirim, no Maranhão, a assembleia de filiação do Sindicato deTrabalhadores e Trabalhadoras Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares à Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, seção Maranhão (CTB-MA).

    Participaram da assembleia, Joel Nascimento presidente da CTB-MA, Hildinete Rocha, diretora financeira e dirigente nacional da CTB, Julio Guterres secretário-geral da CTB-MA e Rosmari Malheiros, coordenadora regional da CTB-MA e secretária de Meio Ambiente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) e da CTB nacional.

    sttr pindare ma filiacao ctb

    “A CTB não para de crescer e avançamos ainda mais com a adesão ao nosso projeto de sindicalismo classista de mais um importante sindicato de trabalhadores e trabalhadoras rurais em nosso estado. É essa luta que nos move”, diz Nascimento.

    Portal CTB

Página 1 de 2