Sidebar

24
Qua, Abr

família Civita

  • Pega em mais uma mentira deslavada, Veja vira mico internacional

    Em menos de 24 horas a mentirosa capa de Veja, onde noticia um suposto plano de fuga do ex-presidente Lula para a Itália, desmoronou.

    A própria Embaixada italiana no Brasil se encarregou de desmentir a publicação da editora Abril, da família Civita.

    Alguns anos atrás o jornalista Luis Nassif fez uma série de reportagens demonstrando a falta de ética e de compromisso com os fatos da publicação semanal (leia aqui o Dossiê Veja).

    veja mico internacional

    Desta vez a reacionária revista inventou que o "ex-presidente e aliados estudam requerer que país europeu o receba como perseguido político. Itália foi escolhida porque sua família tem dupla cidadania". 

    Saiba aquio comentário feito pela página de Lula no Facebook. Para Lula, "não satisfeita em virar piada no Brasil, Veja resolveu passar vergonha em escala internacional".

    embaixxador italia

    Abaixo a nota da Embaixada da Itália (original aqui).

    Em relação à matéria "O plano secreto" publicada na última edição da revista Veja, a Embaixada da Itália declara:

    1. As informações referentes à Embaixada e às supostas conversas do embaixador Raffaele Trombetta são inverídicas.

    2.Relativamente ao evento no Palácio do Planalto, a pessoa destacada na fotografia e sentada em uma das primeiras fileiras não é o Embaixador Trombetta, como pode-se constatar facilmente. O embaixador Trombetta estava sentado, junto a todos os demais embaixadores, no espaço reservado ao corpo diplomático.

    3. Na conversa telefônica citada, foi dito ao jornalista que não se queria comentar fatos que, no que tange à Embaixada, eram e são totalmente inexistentes.

    A publicação da editora Abril vem se esmerando há décadas em ferir mortalmente o jornalismo e a ética, seguindo receituário do Instituto Millennium, que congrega todos os barões da mídia do país, comandados pela família Marinho.

    Provavelmente o Jornal Nacional da emissora dos Marinho vai repercutir a fantasiosa publicação.

    Portal CTB com Brasil 247 e agências