Em sua fala, Sergio de Miranda, dirigente nacional e estadual da CTB, e que também já foi presidente do sindicato de Marau por duas gestões, salientou a rua totalmente tomada pelos trabalhadores e trabalhadoras. Observou que, diferente dos atos de protesto e de reivindicação, naquele momento, a rua era espaço de celebração. Após citar as autoridades e nominar as lideranças sindicais presentes, Miranda lembrou emocionado que, dentre as grandes lutas nestes 55 anos de existência do sindicato, foi na sua gestão que ocorreu a maior conquista de todas: a aposentadoria para os trabalhadores e trabalhadoras rurais.
 
Carlos Joel, presidente da FETAG/RS, entidade que reúne mais de 300 sindicatos de trabalhadores rurais, destacou a coragem e ousadia da diretoria, que venceu o desafio de construir a nova sede. Joel salientou, ainda, que o Sindicato dos Trabalhadores Rurais é importante também para a economia da cidade de Marau. Acredita que a nova sede servirá para o fortalecimento da categoria e que proporcionará a realização de outras atividades que trarão novas receitas à entidade, viabilizando equilibrar as contas, após redução das contribuições sindicais.
 
O presidente do sindicato Silvio Borghetti fez a fala de encerramento do ato, agradecendo a presença de todos, destacando que se sentia muito feliz com a presença das autoridades, mas principalmente com a presença de tantos associados do sindicato.
 
Saudou o Prefeito Municipal Sr. Iura Kurtz, a Presidente da Câmara Municipal Vereadora Joseane Bedin e os demais vereadores, agradeceu a presença do comandante da Brigada Militar do município e do Delegado da Polícia Civil. Na pessoa do Sérgio de Miranda, agradeceu a presença de todos os demais dirigentes sindicais rurais e urbanos da região. Silvio enfatizou que vivemos um período de muitos desafios e que é fundamental o fortalecimento dos sindicatos, da Fetag e da CTB.
 
"Agradeço minha diretoria por ter compartilhado do sonho da nova sede comigo e por ter dela recebido todo o apoio, esforço e empenho para que a nova sede se tornasse realidade. Minha gratidão também é destinada a todos os funcionários e colaboradores do sindicato", afirmou Borghetti

CTB Rio Grande do Sul