Sidebar

24
Dom, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Contra o desmonte da Previdência Social, cerca de 20 mil trabalhadores e trabalhadoras marcharam para se somar à ocupação do Ministério da Fazenda, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Desde as primeiras horas desta madrugada cerca de 1.500 pessoas ocuparam o Ministério. A ação faz parte do Dia Nacional de Mobilização e Paralisação Contra a Reforma da Previdência, organizada pelas centrais sindicais e os movimentos sociais do campo e da cidade que integram as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo. 

Correios/SP fecham Marginal Tietê; 80% da categoria para em defesa da aposentadoria

"Além dos companheiros que estão ocupados no Ministério, 10 mil marcham para lá nesse agora (10h10) e mais 10 mil ainda virão após a assembleia de professores que ocorre na Igreja Catedral", informou o dirigente da CTB/DF, Paulo Vinicius.

Ao avaliar os atos na capital federal, ele destacou a "receptividade da sociedade" com os atos e que já computa "saldo positivo do dia de luta" em Brasília. Paulo Vinicius ressalta que com mobilização e unidade iremos construir a resistência contra essa proposta que acaba com a nossa aposentadoria. 

"A unidade da luta só comprova a força dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil neste dia 15", acrescentou.

Ele também lembrou que a iniciativa das centrais sindicais (CTB, CGTB, Força Sindical, Nova Central e da CSP-Conlutas) ao longo dos últimos dias também contribui para esse resultado. "As centrais fizeram dois dias de tribuna popular na Rodoviária do Plano Piloto com o intuito de informar a população que querem acabar com a aposentadoria e esclarecer o que esconde a PEC 287 (que desmonta a Previdência Social)".

De acordo com a CTB/DF essa ação atingiu 50 mil pessoas com a distribuição de uma nota unitária das centrais.

whatsapp image 2017 03 15 at 10.06.52

Fotos: CTB/DF

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.