25
Seg, Set

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Reuniões e audiências nas mais diversas cidades do país. Passeatas. Manifestações. Paralisações. Greve. O Sindicato dos Bancários da Bahia é presença certa em todas as atividades em defesa dos trabalhadores. O trabalho diário é reconhecido pela categoria.

Pesquisa feita pela empresa 3 RP revela que 82,26% dos bancários aprovam a atual gestão do sindicato e 77,74% a do presidente Augusto Vasconcelos. O ótimo índice dá mais força para aqueles que se dedicam à luta por um ambiente de trabalho saudável e justo.

A categoria está ligada nas ações da entidade e o levantamento mostra. Referência em todo o país, o jornal diário O Bancário é o principal meio de comunicação, lido com muita frequência por 88% dos trabalhadores. Outros 79,32% acompanham tudo pelo site e redes sociais.

Nem mesmo as dificuldades impostas pelos bancos tiram o foco da categoria, que, para ficar bem informada, dá sempre um jeito de acompanhar o Agência Cidadania, transmitido pela Band por volta das 12h. No total, 35,49% assistem ao programa.

A estrutura da entidade também é bem vista. A assessoria jurídica tem 88,82% de aprovação. A comunicação, um dos principais pilares entre entidade e bancário, é destaque e 87,54% fazem uma ótima avaliação.

Os trabalhadores falaram ainda sobre as condições de trabalho. A pressão por metas é o que mais preocupa a categoria, 65,64% estão insatisfeitos. Outros 61,70% chamam atenção para o risco de adoecimento e 48,58%, o risco de demissão.

Sobre o cenário nacional, 53,82% acham que o impeachment da presidente Dilma Rousseff foi injusto e 64,62% dizem que o Brasil piorou depois do golpe. Responderam à pesquisa, feita entre 5 e 11 de abril, 433 bancários de todos os bancos e todas as cidades que compõem a base do Sindicato.

Fonte:  Sindicato dos Bancários da Bahia