Sidebar

19
Sex, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Preocupado com a situação dos funcionários do Banco do Brasil e com a população, o Presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos, solicitou audiência com o governador do Estado, Rui Costa (PT), a fim de tratar da reestruturação anunciada pela instituição financeira, que prevê o fechamento de agências e redução no quadro de pessoal. 

O Sindicato também procurou o Procon-BA para pedir que órgão ingresse com Ação Civil semelhante à protocolada pelo Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Maranhão, em que a Justiça determinou a suspensão do fechamento de 13 agências bancárias no Estado. 
 
O BB anunciou, para 2017, o encerramento das atividades de 402 agências em todo o país, a transformação de 379 unidades em postos de atendimento e o fim de 31 superintendências. 
 
A instituição também abriu o PEAI (Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada), que pretende cortar 18 mil empregos. Atitude que, certamente, vai precarizar ainda mais as relações de trabalho e o atendimento à população. O objetivo do governo Temer é desmontar e enfraquecer o BB, para depois justificar a privatização.

Fonte: Seeb BA

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.