Sidebar

17
Qui, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Para cobrar melhores condições de trabalho para os funcionários, o Sindicato dos Bancários da Bahia paralisa, nesta quarta-feira (21/02), as atividades no Banco do Brasil Cidade Alta, no Centro de Salvador.

Como os aparelhos de ar condicionado não refrigeram adequadamente, o calor é insuportável na agência. Inclusive, no autoatendimento. Situação que penaliza também os clientes.

O problema já foi pauta de diversas reuniões com a Superintendência. Como o prédio onde a unidade funciona é antigo, o Sindicato solicita há muito tempo que o banco troque os aparelhos para atender a alta demanda. Mas, até agora só medidas paliativas são feitas, o que não resolve. Um descaso.

O presidente do SBBA Augusto Vasconcelos, alertou que a entidade está atenta e acompanha a situação das agências em todo o Estado. "Cobramos dos bancos condições dignas de trabalho para os bancários e atendimento à população". Se as péssimas condições persistirem, ações mais firmes serão tomadas.  

Escritório digital aumenta o problema
Os problemas no BB da Cidade Alta pioraram com a implantação dos escritórios digitais. Com o novo modelo de agência, o número de funcionários aumentou. Cada um tem cerca de 30 bancários. Ou seja, mais pessoas circulam pelo local que já tem um sistema de refrigeração precário.

A secretária geral do Sindicato, Jussara Barbosa, destaca que o problema na unidade da Cidade Alta não começou agora. Tem cerca de dois anos. O que mostra o total desrespeito do BB com os trabalhadores e os clientes. 

O descaso é reflexo do desmonte do banco, imposto pelo governo Temer, afinal dinheiro tem para resolver o problema. De lucro, até setembro, foram mais de R$ 8 bilhões. Mas, não interessa investir em melhorias. É o que destaca o diretor do SBBA Fábio Ledo. "Essa situação é inaceitável", completa. 

Sindicato dos Bancários da Bahia

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.