Sidebar

19
Ter, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A cada dia que passa cresce o número de ameaças aos direitos dos trabalhadores no Congresso Nacional. Ameaças que se tornam ainda mais reais diante do cenário atual, no qual a Presidência da República é ocupada por um governante comprometido com os interesses do capital. Para mudar a situação só tem uma saída: ocupar as ruas e impedir o retrocesso no grito.

A batalha já começou e a CTB Bahia convoca todos os trabalhadores para uma manifestação em defesa da CLT e da Previdência Social nesta segunda-feira, 8 de agosto, a partir das 10h, em frente à Superintendência Regional do Trabalho (SRTE), na avenida 7 de Setembro, em Salvador, próximo à praça da Piedade.

A atividade é parte do Agosto de Lutas, convocado nacionalmente pela CTB e as demais centrais sindicais e que vai contar com paralisações, manifestações, assembleias e passeatas de trabalhadores diversos segmentos, em um esforço unitário para combater o avanço das medidas restritivas de direitos no país.

Para o presidente da CTB, Adilson Araújo, o "Fora, Temer!" hoje é uma questão de sobrevivência à dignidade da classe trabalhadora diante das ameaças que estão abertamente lançadas pelo governo em exercício. "O governo Temer quer ferir de morte a CLT e a Previdência Social. Não resta outra alternativa para barrar a ofensiva neoliberal - o caminho é a luta e a resistência."

O dirigente afirma que o Dia Nacional de Mobilização e Luta pelo Emprego e Garantia de Direitos, ato das centrais marcado para 16 de agosto, terá como objetivo fortalecer a resistência e a unidade da classe trabalhadora e resgatar os princípios pactuados na Conclat de 2010, de desenvolvimento com valorização do trabalho.

“Enquanto não for estancada essa crise política de graves consequências, nós não encontraremos o caminho para retomada do crescimento econômico. O governo do interino Michel Temer não tem apresentado propostas capazes de promover o desenvolvimento. Seu interesse está ancorado no rentismo e na prática de uma cartilha ultraliberal", diz Araújo.

flyer ato srte ctb

Fonte: CTB-BA

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Últimas notícias