Sidebar

24
Dom, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A CTB Bahia, Frente Brasil Popular, Povo Sem Medo, os movimentos sociais e as centrais sindicais intensificam a partir desta segunda-feira (7/11), a mobilização da população para o  Dia Nacional de Greve e Paralisações, que será na próxima sexta-feira, 11 de novembro.

Durante toda a semana, as entidades sindicais e do movimento social estarão realização panfletagens e manifestações em diversas regiões da cidade, para convocar a população para os protestos contra os ataques frequentes do governo ilegítimo de Michel Temer contra os direitos sociais e trabalhistas.

A CTB convoca todos os sindicatos e dirigentes classistas para participar das mobilizações e também realizar atividades na sexta, Dia Nacional de Lutas.

“Estamos vivendo um momento de muitas ameaças aos direitos sociais e trabalhistas. Todos os dias sofremos ataques do Congresso, do Judiciário, do Executivo e da mídia.  Precisamos da mobilização todos para barrar estas tentativas de retrocesso nos nossos direitos. Precisamos tomar as ruas e mostrar que não vamos aceitar estas manobras e vamos continuar mobilizados contra todos os ataques, venham de onde vier. Por isso, convocamos todos os trabalhadores e trabalhadoras para participar das atividades de mobilização e também a sair nas ruas para protestar no dia 11 de novembro. Precisamos da participação de todos nas atividades”, ressaltou o presidente da CTB Bahia, Aurino Pedreira.

Confira o calendário de atividades:

Segunda-feira, 7 de novembro

10h -  Liberdade

15h – Estação Pirajá

Terça-feira, 8 de novembro

6h – Estação Mussurunga

10h -  Shopping da Bahia – Avenida Tancredo Neves

14h – OAB – Piedade

Quarta-feira, 9 de novembro

6h – CIA/Simões Filho

10h -  Comércio/ Calçada

Quinta-feira, 10 de novembro

6h – Estação Pirajá

10h -  Sete Porta

14h – Estação da Lapa

Sexta-feira, 11 de novembro

Greve, paralisações e manifestações em todas as cidades do estado.

CTB Bahia

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.