Sidebar

22
Ter, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Reunidas no último sábado (23/7), em Salvador, as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo definiram uma agenda de mobilização contra o golpe, que inclui a construção da unidade dos movimentos e entidades para além da votação do impeachment em agosto, combatendo o processo de "naturalização" do golpe pela mídia e a pauta restritiva aos direitos dos trabalhadores.

Ficou definido também o fortalecimento da construção da greve geral, usando principalmente as seguintes estratégias: denunciar amplamente a declaração da reforma das leis trabalhistas anunciadas por Temer golpista e intensificar o corpo-a-corpo nas bases.

Confira o calendário de atividades:

31 de julho – Ato contra o golpe, com concentração às 15h, no Campo Grande.

4 e 10 de agosto – Atos estratégicos com ações junto a imprensa internacional, panfletagem, atividades nos pontos turísticos, etc, denunciando o golpe.

5 de agosto - Caravanas para o Rio de Janeiro - para grande ato na abertura das Olimpíadas

7 de agosto - Ato no encerramento do Encontro nacional dos estudantes negros da Une, no Rio Vermelho.

8 de agosto - Ato em defesa da CLT e Previdência Social, as 10h, na Secretaria Regional do Trabalho, na Avenida Sete de Setembro.

9 de agosto - ato em todas as capitais na primeira votação no Senado.

11 de agosto - Marcha do movimento de moradias na paralela e manifestação em frente a Advocacia Geral da União - AGU.

16 de agosto - Dia de luta contra a agenda regressiva do trabalho

24 a 29 de agosto - Caravanas e acampamento em Brasília, durante a votação do impeachment no Senado.

Fonte: CTB-BA

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.