Sidebar

23
Qui, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Mais um ato de censura no governo Bolsonaro, que beira os absurdos ocorridos na ditadura civil-militar. O ministro da Educação, Abraham Weintrab, determinou o corte de pelo menos 30% dos recursos da UFBA (Universidade Federal da Bahia), da UnB (Universidade de Brasília) e da UFF (Universidade Federal Fluminense).

A desculpa para o corte na verba foi que as universidades teriam permitido supostos atos políticos, classificados como "balbúrdia". Weintrab afirmou que "universidades que, em vez de procurar melhorar o desempenho acadêmico, estiverem fazendo balbúrdia, terão verbas reduzidas".

O corte atingirá despesas para pagar os gastos como água, luz, limpeza, bolsas de auxílio a estudantes, entre outros.

 

Com informações de bancariosbahia.org.br

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.