Sidebar

17
Qui, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A greve por direitos está tomando as ruas da Bahia nesta sexta-feira, 30 de junho. O dia começou com a paralisação de diversas categorias profissionais e manifestações de rua em diversas regiões do estado. Camaçari, Lauro de Freitas, Feira de Santana, Madre de Deus, Juazeiro, Itabuna, Ilhéus, Remanso e Casa Nova são algumas das cidades com manifestações.

 

bahia-ferve-ba.jpg

bahia1

bahia bancos

metal camacari

bahia

gg itabuna

gg lauro freitas caminhada

Em Salvador, as centrais, sindicatos e os movimentos sociais se concentraram na região do Iguatemi, centro financeiro da cidade, em uma grande manifestação contra a retirada de direitos e por eleições diretas já. 

Bancários, comerciários e vigilantes também se juntaram em uma grande caminhada pela Avenida Sete de Setembro, mantendo bancos e lojas fechadas durante toda a manhã.

“ A greve na Bahia está forte. É uma greve que está parando comerciários, professores, construção civil, bancários, vigilante, metalúrgicos, petroleiros, petroquímicos e muitas outras categorias. A CTB tem uma grande responsabilidade nesta greve, porque tem a maior parte dos sindicatos filiados no estado. A responsabilidade da paralisação é nossa e nós sabemos disso. Por isso, a militância da CTB está nas ruas, parando o trânsito em diversa partes do estado. Essa greve é importante, por nenhum direito a menos, fora Temer, diretas já”, afirmou Pascoal Carneiro, presidente da CTB Bahia.

Portal CTB com CTB-BA

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.