Sidebar

20
Sáb, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Trabalhadores do serviço público municipal ratificaram a decisão da última assembleia que deflagrou greve geral iniciada nessa segunda-feira (06). Diversos órgãos amanheceram com a presença dos servidores municipais mobilizados pelo Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps).

Vários atos foram realizados para sensibilizar os colegas que ainda não estão participando da mobilização e o resultado dessas atividades foi o aumento da adesão ao movimento paredista. Na frente da Secretaria Municipal de Gestão (Semge), no Vale dos Barris, a participação da categoria foi comemorada pelo coordenador geral do Sindseps, Bruno Carianha. "Fizemos uma ação de convocação pelas redes sociais e ver os colegas mobilizados desde cedo aqui na frente da Secretaria foi muito recompensante e nos estimula a continuar lutando em busca do nosso reajuste salarial", disse Carianha que também é dirigente estadual da CTB/BA.

Já na frente da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), no Comércio, centenas de servidores estiveram mobilizados na frente do órgão. Segundo o diretor do Sindseps, Everaldo Braga, a adesão à greve foi satisfatória e forçará o prefeito de Salvador a manter a negociação.

"Tivemos aqui a presença de centenas de colegas e isso reforça a nossa identidade de luta. O prefeito tem que voltar a negociar e sair do intransigente reajuste zero. Nossa mobilização vai render frutos significativos e não vamos fraquejar na busca do que nos é devido nos planos de cargos da saúde e da administração direta, autarquias e fundações", declarou Braga.

Uma nova assembleia será realizada na próxima quarta-feira (08), a partir de 08h, na quadra de esportes do Sindicato dos Bancários, na Ladeira dos Aflitos.

Sindseps

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.