Sidebar

19
Sex, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Os servidores da saúde da Bahia realizam manifestação, nesta quarta-feira (04), para protestar contra a falta de reajuste salarial e  cobrar do Secretario da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, a publicação dos processos administrativos dos trabalhadores, que estão parados desde 2014, a exemplo dos pedidos de aposentadoria. Organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado (Sindsaúde-Ba), o protesto será realizado em frente ao prédio da Secretaria de Saúde, no Centro Administrativo da Bahia, às 9h.

O Sindsaúde tem informação de que existem cerca de 1300 processos de aposentadorias represados. Alguns desses aguardam instrução há dois anos, sem qualquer perspectiva de quando serão publicados. Essa situação só tende a se agravar já que existe um déficit de servidores na área administrativa habilitados em instrução de processos de pessoal.

Além disso, pela própria dificuldade de repor mão de obra, através de realização de concurso público, o governo do estado está retardando as aposentadorias dos trabalhadores que passaram a ser obrigados a continuar trabalhando, na maioria dos casos doentes e com limitações, sem ganhar nada a mais por isso.

Os trabalhadores da saúde também cobram do governo do estado o cumprimento da decisão do Tribunal de Justiça da Bahia que determinou o pagamento imediato do adicional da insalubridade, que foi retirado dos contracheques dos servidores, sem justificativa plausível, em 2015.

O corte da insalubridade representou uma redução de 30% a 40% do salário base dos trabalhadores, trazendo grande impacto na redução da remuneração destes profissionais. Os trabalhadores também cobram agilidade na publicação dos pedidos de licenças-prêmio e abono permanência.

O Sindsaúde repudia os atos arbitrários do governo do estado e da Sesab, que desrespeitam os servidores e impedem os mesmos a terem acesso aos seus direitos. O sindicato continuará mobilizado, cobrando melhorias e agilidade para garantir que os trabalhadores da saúde tenham o seu direito respeitado plenamente.

Fonte: Sinsaúde BA

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.