Sidebar

21
Ter, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Sindicato dos Bancários da Bahia (Seeb) e a UPB (União dos Municípios da Bahia) vão formar uma frente com prefeitos e trabalhadores contra as reestruturações dos bancos públicos e por investimento em segurança nas agências. A parceria foi firmada em reunião, nesta segunda-feira (17/04). 

Banco do Brasil, BNB e Caixa estão fechando unidades em todo o país, inclusive na Bahia. Além dos bancários, o desmonte atinge em cheio a população, que fica sem o serviço. Um verdadeiro rombo para a economia nacional e o comércio local. O presidente da UPB, Eures Ribeiro, se comprometeu em apoiar a luta em defesa dos bancos públicos.

Sobre segurança, foi o presidente do Sindicato, Augusto Vasconcelos, os presidentes do sindicatos dos bancários de Jequié e Irecê, Marcel Cardim Santana e Carlos Alberto Rodrigues Bezerra, e o secretário geral da Federação da Bahia e Sergipe, Hermelino Neto, apresentaram uma minuta de projeto de lei elaborada pela Feeb. Eures Ribeiro se comprometeu em encaminhar a proposta aos demais prefeitos e afirma que deve ser aprovada na cidade de Bom Jesus da Lapa. 

O Sindicato dos Bancários da Bahia ainda se reúne com o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Ângelo Coronel, em 25 de abril. Também está prevista audiência com o secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, Jaques Wagner, no dia 4 de maio. 

Fonte: Seeb

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.