Sidebar

24
Sex, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Santa Casa de Misericórdia de Vitória da Conquista readmitiu três médicos dispensados durante mobilização pela atualização dos salários e proventos em geral do corpo clínico do Hospital São Vicente. A decisão de readmitir os profissionais aconteceu no dia em que o presidente do Sindimed, Francisco Magalhães, esteve no município (segunda-feira, 07) para participar de assembleia sobre as demissões e a regularização dos pagamentos.

A intermediação do Sindimed foi solicitada pelos médicos do Hospital São Vicente, vinculado à Santa Casa, cujo provedor, Abmael Brito, foi visitado pelo presidente Francisco Magalhães. Além de cobrar do provedor celeridade na resolução das pendências, Magalhães cumprirá deliberação da assembleia, de fazer uma provocação ao Ministério Público do Trabalho, para que o órgão requeira explicações da Santa Casa sobre as demissões e os recorrentes atrasos de pagamentos.

Na provocação ao MPT, o Sindimed também defende a regularização dos vínculos trabalhistas com o INTS. Apenas um profissional tem Carteira de Trabalho assinada, enquanto que os demais atuam mediante contrato verbal, um verdadeiro descalabro. Segundo Luiz Almeida, diretor do Sindimed em Conquista (520 km a sudoeste de Salvador), são cerca de 25 médicos que trabalham insatisfeitos com o atraso nas remuneração de plantões extras, atendimentos de pronto-socorro prestados a convênio privados, sem falar no desrespeito ao cronograma salarial mensal.

Fonte: Sindimed BA

 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.