Sidebar

25
Seg, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O combate às reformas trabalhista e previdenciária do governo Temer serão os principais focos da greve geral que vai mobilizar trabalhadores de todo o país na próxima sexta-feira, 30 de junho. Na Bahia, diversas categorias profissionais vão aderir ao movimento e paralisar as atividades durante todo o dia. Bancários, petroleiros, professores, metalúrgicos, comerciários e servidores da Saúde e da Justiça estadual já anunciaram que vão parar. Outros sindicatos devem se incorporar ao movimento até a sexta-feira.

Organizada pela CTB, CUT, Forças Sindical, UGT, Nova Central, CSB e CSP Conlutas, a greve geral tem o objetivo de pressionar os senadores a votarem contra o projeto de reforma trabalhista que tramita no Senado, após ser aprovado na Câmara, e ameaça direitos importantes da classe trabalhadora. É contra também a reforma da Previdência, que aumenta o tempo de contribuição e a idade para a aposentadoria, gerando um exército de trabalhadores que não conseguirão ter acesso ao benefício.

Todos os sindicatos e dirigentes classistas devem participar da greve geral, paralisando as suas bases e participando das atividades de rua em sua cidade ou região.

Em Salvador, as centrais sindicais e os movimentos sociais vão realizar também duas atividades de rua: um ato em frente ao Shopping da Bahia a partir das 6h da manhã e uma caminhada pelas ruas do Centro, com saída do Campo Grande às 15h.

Manifestações semelhantes devem acontecer também nas principais cidades do estado. 

Confira algumas que já estão confirmadas:

Itabuna: Ato as 7h, no Jardim do Ó.

Juazeiro: Manifestação às 8h30, com concentração em frente ao prédio do INSS.

Barreiras:  Ato na praça de São Desiderio, das 9h às 14h.

Santa Maria da Vitória:  Manifestação no Centro da cidade as 8h.

Camaçari: Ato com concentração às 5h, em frente ao Hospital Geral.

Feira de Santana: Ato às 7h em frente à prefeitura da cidade.

Vitória da Conquista – Manifestação às 9h, na Praça da Bandeira. 

Fonte: CTB-BA

 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.