Fonte

Com a realização de uma grande plenária na sede da Federação dos Trabalhadores em Agricultura da Paraíba (Fetag) em João Pessoa, as centrais sindicais, movimentos sociais, a juventude e as mulheres, discutem e organizar os trabalhadores para a Greve Geral do próximo dia 28 de abril no Estado.

Várias categorias já deliberaram pela greve tais como: trabalhadores da educação federal, Estadual e municipal, justiça federal, trabalhadores no comércio, bancários, rede ferroviária, frentistas, motoristas, construção civil, trabalhadores na indústria e os trabalhadores rurais que estarão em peso na manifestação, através dos sindicatos e do MST que ocupou o INCRA na Paraíba desde a última segunda feira.

Outra inciativa é a realização de panfletagens nas portas de fábricas, escolas, universidades,  feiras livres, no comércio e demais pontos de concentração de pessoas, para convocar a população para o dia 28.

O ato na capital está previsto para as 14 horas no Ponto Cem Réis no centro, mas as atividades começam as 7 horas da manhã em diversos áreas da cidade.

ctb pb mobilizacao 28 2No interior, estará são realizadas caminhadas e atos públicos, sendo confirmados em Campina Grande, Guarabira, Patos, Itaporanga, Piancó, Pombal, Sousa, Catolé do Rocha e Cajazeiras.

Para o presidente da CTB/PB, José Gonçalves a expectativa é de envolvimento de todos os setores contra a reforma da Previdência, Trabalhista e Sindical, como também contra o desmonte do Estado brasileiro." A unidade está presente rumo a Greve Geral com a presença de 9 centrais sindicais, movimentos sociais, igreja, juventude e mulheres, demonstrando a preocupação desses segmentos com a implementação do projeto neoliberal, perverso que quer a todo custo empurrar de goela a baixo pelo governo golpista do Temer" disse Gonçalves.

Uma nova plenária está marcada para a próxima quinta-feira (27) para finalizar os preparativos da mobilização que promete paralisar o país.

Fonte: CTB Paraíba