Fonte

Com 207 delegados e delegadas, o 4° congresso da CTB-PB se encerrou neste domingo (18) com a reeleição de seu presidente estadual, José Gonçalves. Os cetebistas elegeram também uma nova diretoria e criaram duas vice-presidências estaduais, em João Pessoa e Campina Grande, para melhorar a interatividade com os sindiactos.

O encontro foi realizado no Hotel Fazenda Elma Empreendimentos, Zona Rural de Patos, envolveu mais de uma centena de sindicatos filiados, e contou com a presença do vice-presidente da CTB Nacional, Nivaldo Santana. "Foi bastante representativo. Tivemos 110 mulheres e 97 homens, e pudemos fazer o debate da conjuntura nacional, bem como um balanço e a definição de um novo plano de lutas", avaliou. Ele aproveitou a reunião para fazer uma análise das reformas do governo Temer, bem como a importância do movimento sindical nos atos de resistência contra elas.

ctb pb 4 congresso mesa nivaldo jose goncalves

Ao final, foi também eleita uma delegação com 20 representantes para o Congresso Nacional em Salvador.

Para o presidente reeleito José Gonçalves, o Congresso estadual foi essencial para fortelecer a central no estado. Ele destacou a importância do planejamento estratégico, e defendeu a realização de mais cursos de formação sindical no próximo período. Mais tarde, deixou uma mensagem oficial nas redes sociais:

Vitorioso 4° congresso da CTB/PB

Quero agradecer a participação de todos e todas. Realizamos um grandioso congresso, com 207 delegados, sendo 110 mulheres e 97 homens. Foi um balanço muito positivo da gestão de 4 anos, com muita unidade, discussão dos problemas enfrentados pelos trabalhadores e um plano de luta para fortalecer a nossa central e sindicatos.

A eleição da Diretoria, Conselho Fiscal e Coordenadores Regionais de 16 regiões demonstra o crescimento e também o desafio que teremos pela frente. Vamos participar com uma importante delegação no Congresso Nacional de Salvador em agosto.

Quero agradecer ao nosso vice-presidente nacional da CTB, Nivaldo Santana, que nos acompanhou durante os dois dias de congresso. Também agradecer a cada um que fez esse esforço de participar. Lamentar os que não puderam participar, alguns por motivos justos, outros por ainda não compreenderem o que é o movimento sindical.

O nosso próximo desafio é a greve do dia 30 de junho contra as reformas trabalhista e sindical, pelo Fora Temer e pelas Diretas já. Agradeço ainda a minha recondução ao cargo de presidente, redobrando minha responsabilidade, e peço desculpas por algum problema que tenha acontecido.

Forte abraço. José Gonçalves.

Portal CTB