26
Ter, Set

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Trabalhadoras e trabalhadores em educação da rede estadual e municipal de ensino de Pernambuco aderem à Greve Geral da Educação Pública prevista para ocorrer nesta quarta-feira (15). Cerca de 19 cidades que tem a educação municipal ligada ao Sindicato dos Professores de Pernambuco engrossarão o ato. Entre elas estão: Garanhuns, Palmares, Catende, Paudalho, Passira, Buenos Aires, Bezerros, Caetés, Ibirajuba, São Caetano, Sairé, Pombos, Lagoa dos Gatos, Palmeirinha, Agrestina, Jatobá, Custódia, Betânia e Petrolândia.

A mobilização confirmada nos estados e municípios de todo país foi convocada pelas centrais sindicais e movimentos populares contra a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 287/2016, que muda as regras da aposentadoria no país e pelo cumprimento da Lei do Piso salarial Nacional.

As escolas públicas deverão suspender as aulas, no dia 15, sendo que, no turno da manhã, o Sinpro Pernambuco integrado com mais 6 Sindicatos que representam a educação no Estado estão convocando todos os professores para se concentrarem na Praça Oswaldo Cruz, no Recife, às 9h, para a grande assembleia/ato que deflagrará a Greve Nacional da Educação.

“É importante que não só os educadores, mas todos os trabalhadores se juntem a nossa causa. Precisamos união, força e mobilização para lutar contra as ameaças de retirada de conquistas trabalhistas e previdenciárias, bem como, ir contra o desserviço de propostas do governo Temer que tem consequências negativas para área de educação”, afirmou o presidente do Sindicato dos Professores de Pernambuco, Helmilton Beserra.

Atividades nas cidades:

Recife: Assembleia unificada, dia 15, às 9h, na Praça Oswaldo Cruz, com a participação de professores da regionais e dos diretores.
Paudalho: Dia 16, às 8h, ato público saindo do Colégio Municipal de Paudalho pelas principais ruas da cidade.
Passira: Assembleia dos professores, dia 16, na Câmara Municipal tendo como pauta a greve nacional e outros assuntos pertinentes a categoria.
Buenos Aires: Assembleia dos professores, dia 17, às 8h, também como pauta a greve nacional.
Palmares: Assembleia dos professores, na Escola Ginásio Municipal José Eugênio Cavalcanti, às 10h.
Garanhuns: No dia 15, a partir das 9h, acontecerá uma mobilização no Centro da Cidade.

Fonte: Sinpro-PE. Foto: Sérgio Gaspar