Sidebar

26
Ter, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

 As educadoras cetebistas de Pernambuco realizaram no sábado (4), na Universidade Salgado de Oliveira (Universo). O Encontro da CTB Educação-PE sobre Gênero e Educação: O Protagonismo da Mulher na Educação teve a participação de 95 educadoras e educadores de Recife e Região Metropolitana.

Foram palestrantes Isis Tavares, presidenta da CTB-AM e Antonieta Trindade, secretária executiva da Secretaria Estadual de Cultura de Pernambuco. De acordo com a dirigente da CTB-PE, Valéria Silva houve cota para a participação de homens no encontro porque “acreditamos que eles precisam compreender as nossas demandas específicas e mais ainda saber que queremos participação maior das mulheres nos sindicatos e na política”.

O encontro foi organizado num esforço conjunto de Valéria Silva, Elisângela Buenos Wanderley,  Vânia Albuquerque, William Menezes, Wilson Macedo, Luciano Paz, Leonildo Leal, Zel Passavante, com apoio de Antonieta Trindade.

“Encontros como esses são fundamentais para nos organizamos melhor para conquistarmos mais cargos de direção nos sindicatos, no Congresso Nacional e nos poderes executivos”, afirma Isis, que também é secretária de Gênero da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE).

encontro sobre genero em educacao isis

Ela cita os diversos casos recentes de feminicídios e diz que “a violência de gênero atinge todas as classes sociais, mas as mulheres trabalhadoras sofrem duplamente porque são vítimas de seus companheiros e também do capital, que as relega a segundo plano”.

Valéria conta que as educadoras querem “difundir o diálogo pela cultura da paz, levando o debate das questões de gênero para dentro das escolas e com a comunidade escolar”. Isis complementa afirmando que “as educadoras têm um papel muito importante porque são respeitadas pela sociedade e podem contribuir para o fim da violência de gênero”.

Para ela, as eleições deste ano são cruciais para os destinos do país. Por isso, “as educadoras devem ser protagonistas, disputando os espaços e elegendo mulheres comprometidas com o combate à violência e a defesa dos direitos humanos e de vida digna”.

Muitas bandeiras específicas das mulheres são “esquecidas nas campanhas salariais e nós vamos trabalhar para incorporá-las”, acentua Valéria. “Creches para as educadoras é uma delas e derrotar o projeto Escola Sem Partido também é essencial para o bom desenvolvimento do nosso trabalho”.

O objetivo foi reunir lideranças das Coordenações Regionais da base do Sintepe e do Sonoro-PE, para debater o tema em especial com a aproximação das eleições e a necessidade de criar uma pauta para as mulheres educadoraspernambucanas e também promover o debate acerca das necessidades das trabalhadoras em educação no dia a dia da escola. O encontro teve uma expressiva presença, com boa participação e envolvimento das educadoras pernambucanas. 

Isis e Antonieta dizem que se sentiram gratificadas de poderem participar desse encontro e acreditam que as educadoras de Pernambuco “deram um passo importante para avançar na conquista de mais direitos e de melhorias na educação”.

Valéria finaliza afirmando que a CTB Educação-PE pretende realizar encontros sobre as questões de gênero e pela “concretização de um amplo debate sobre a importância de todos se respeitarem e aceitarem as diferenças como uma forma de se combater a violência”.

Marcos Aurélio Ruy - Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.