Sidebar

22
Seg, Abr

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Os 75 municípios de Sergipe amanheceram sem aula nesta terça-feira (5), porque os docentes cruzaram os braços, por 24h, contra a reforma da previdência pretendida pelo governo golpista de Michel Temer. “Se botar pra votar o Brasil vai parar”, dizem os manifestantes.

As centrais sindicais e os movimentos sociais marcaram esse dia de lutas para informar à sociedade os malefícios dessa reforma que acaba com a aposentadoria. “Preparamos essa manifestação com unidade e muita disposição de resistência”, afirma Adêniton Santos, presidente da CTB-SE.

Já de madrugada, os manifestantes ocuparam as entradas das garagens de ônibus, com isso a Grande Aracaju ficou sem transporte coletivo. Ainda bem cedo o acesso à Aracaju pela BR-101 foi bloqueado pela Polícia Rodoviária Federal. De acordo com informações locais, quase de 3 mil motoristas e cobradores aderiram aos protestos.

bloqueio br 101 aracaju

Outras ruas e avenidas também foram bloqueadas. O acesso a São Cristóvão pela Avenida Marechal Rondon ficou fechado por horas, paralisando totalmente o tráfego de veículos. Em vários outros municípios ficou tudo parado, como em Nossa Senhora do Socorro.

Os servidores da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Endagro) também paralisaram as atividades neste Dia Nacional de Lutas. Porque “todas e todos querem se aposentar e recuperar os direitos que a reforma trabalhista retira”, diz Santos. O comércio da capital Aracaju também ficou parcialmente parado.

Santos diz ainda que “a adesão à greve provou que a decisão de não suspender a paralisação foi a mais correta”, isso porque “não podemos desistir da luta. O governo já disse que vai colocar em votação (a reforma da previdência), mas, hoje (5/12), o sergipano mostrou que não aceita essa reforma”.

Para o sindicalista, "a população nos apoiou, reconhecendo que a nossa luta é justa. Precisamos ficar atentos para dar o troco no ano que vem não elegendo o deputado ou senador que votar a favor dessa reforma. Em Sergipe, podemos considerar que a greve foi um sucesso".

Portal CTB com informações de Niúra Belfort

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.