Sidebar

23
Qui, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Apoiados pela CTB Pará, sindicatos de trabalhadores rodoviários (Sttrepa, Sintram e Sintritur) realizaram uma grande atividade contra a violência nos transportes coletivos na região metropolitana de Belém.

Os sindicalistas reivindicaram a aprovação pela Câmara de Vereadores de Belém, do Projeto de Instalação do “Botão do Pânico”, também a implantação da Delegacia Especializada em Crimes em Transporte Público e que as empresas implementem o ponto biométrico para os trabalhadores.

Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Pará (STTREPA), o vereador Altair Brandão argumenta que “o botão do pânico é um sistema de monitoramento eletrônico para que as empresas e o sistema de segurança pública possam acompanhar em tempo real as ocorrências de assaltos nos ônibus e acionarem as autoridades policiais mais próximas para as providências cabíveis”, ressaltando ainda que, “os ônibus já possuem câmaras internas, e é só interligar a uma central de monitoramento” conclui.

ctb para ato violecia

Para o presidente da CTB Pará, Cleber Rezende, os governos municipal e estadual devem tomar as medidas necessárias para garantir a segurança no transporte público, ressaltando que “a população e a categoria rodoviária sofrem constantemente assaltos e violências no transporte coletivo público, e que o prefeito de Belém Zenaldo e nem o governador Jatene, (ambos do PSDB) nada fazem para garantir segurança pública dos trabalhadores e usuários”.

O dirigente destaca que “o ato buscou denunciar a grave situação crescente de violência e a necessidade das autoridades garantirem a segurança com a implementação do sistema de monitoramento eletrônico e da delegacia especializada”.  

ctb para ato violecia4

ctb para ato violecia3

Fonte: CTB-PA

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.