Sidebar

21
Seg, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Aos 3 dias do mês de maio de 2008, em Belém, capital do Pará, era realizado o 1º Congresso Estadual, de fundação, da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, seção Pará (CTB-PA).

Nestes 10 anos de existência e experiência política-sindical a CTB se apresentou e se consolidou enquanto representação da classe trabalhadora paraense, respeitando as outras centrais sindicais existes no Pará.

Representamos categorias de servidores públicos estaduais e municipais, rodoviários urbanos e intermunicipais, carro forte e escolta armada, eletricitários, operários químicos e da construção civil e mobiliário, pescadores artesanais, domésticas, trabalhadores/as rurais, portuários e guardas portuários, vigilantes, trabalhadores ópticos e grande presença entre os trabalhadores/as em educação, estando em todas as regiões do estado e em Conselhos Estaduais do Controle Social como Saúde e de Desenvolvimento Econômico, bem como participação no Fórum das Centrais Sindicais e Frente Brasil Popular Pará.

São muitas conquistas alcançadas, muitos desafios enfrentados e muitas tarefas vislumbradas pela frente, no contexto dos ataques aos direitos da classe trabalhadora brasileira, são desafiadoras as eleições gerais de outubro de 2018 enquanto perspectiva de retomada dos rumos do Pará e do Brasil para uma agenda nacional de desenvolvimento com distribuição de renda e valorização do trabalho.

A CTB, enquanto Central Sindical Classista, é desafiada para a próxima década continuar crescendo, fortalecendo e mantendo a unidade interna e amplitude externa para cada vez mais defender os interesses da classe trabalhadora paraense e ajudando à CTB Nacional na luta geral do povo brasileiro.

Viva a CTB Pará, viva suas entidades sindicais de bases, viva seus/suas dirigentes fundadores e atuais na consolidação da Central classista.

CTB, a luta é pra valer! Lula livre.

Belém, 3 de maio de 2018

Cleber Rezende, presidente da CTB-PA

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.