Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

As centrais sindicais do Pará estão mobilizadas rumo à greve do dia 30 de junho, que promete parar o Brasil contra a reforma trabalhista e em defesa das aposentadorias e dos direitos.

No Pará diversas categorias aderiram ao movimento. Além de paralisações, a mobilização inclui uma caminhada com ato político, em Belém. A concentração começa às 11h na Praça da República e segue em caminhada até a São Brás.

"Realizamos uma plenária que envolveu as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo para definir os últimos preparativos da greve que deve envolver diversas categorias", afirmou Cleber Rezende, presidente da CTB-PA.

Ao longo da semana a CTB tem realizado visitas aos sindicatos e promovido panfletagens para alertar a população a respeito da mobilização. "Nosso objetivo é promover uma grande atividade do Polo Industrial de Bacarena. Os sindicatos em Barcarena têm uma importância central na greve geral do próximo dia 30, para parar a produção de alumina, bem como o porto de Vila do Conde, que é um dos principais portos de exportação da região norte”, revela Rezende, que completa: “Já em Belém, vamos promover atividades em parceria com os rodoviários da região”.

Dalton Beltrão, do Sindiporto Dalton, garante que “a categoria portuária participou ativamente da greve geral do dia 28 de abril, da marcha à Brasília e estará com força total no próximo dia 30 parando suas atividades para reafirmar que não concordam com as reformas de Temer e nem com seu governo”.

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault