Sidebar

20
Qui, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Nos dias 06 e 07 de junho (quinta e sexta) a CTB/Pará promoveu aos dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rodoviários do Pará uma formação Sindical onde debateu as Reformas Trabalhista e Previdenciária, Aposentadoria Especial e O Papel dos Dirigentes Sindicais classista e suas Tarefas na Luta de Classes na atualidade. O Seminário foi no Centro de Formação dos Rodoviários, em Belém.

captura de tela 2019 06 07 as 14.32.31

Juiz do Trabalho, Dr Pedro Tupinambá, presidente da AMATRA.

 

No primeiro momento o juiz do trabalho, Dr Pedro Tupinambá, presidente da AMATRA, apresentou os efeitos da Reforma Trabalhista para a Classe Trabalhadora Brasileira. Tupinambá contextualizou histórica e internacionalmente as lutas da classe trabalhadora na relação entre Capital e Trabalho, os avanços alcançados e os retrocessos, no Brasil, com a reforma Trabalhista do governo de Michel Temer, em 2017. 

Para o juiz , o que ocorreu foi a precarização das relações de trabalho e um ataque as organizações sindicais da classe trabalhadora, sem avanços na geração de empregos e na melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores brasileiros.

Já o presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais do Estado do Pará (SindFisco), o auditor fiscal, Antônio Catete, apresentou a proposta de Emenda Constitucional, a PEC 06/2019 que trata da Reforma da Previdência Social. Em sua exposição foi ficando claro para os dirigentes sindicais o que representa o intento do governo Bolsonaro em acabar com o direito à aposentadoria da classe trabalhadora brasileira. Para Catete, a Reforma não interessa aos trabalhadores e trabalhadoras, nem para a retomada da economia e da geração de empregos, como alardeiam o governo, a mídia e o empresariado.

captura de tela 2019 06 07 as 14.32.38

Dra Jullianny Geraldo.

 

A Dra Jullianny Geraldo, especialista em Direito Previdenciário e advogada do Escritório J.J. Geraldo, tratou sobre a  Aposentadoria Especial para a categoria dos rodoviários, na Reforma Previdenciária contida na PEC 06/2019, frisando o quanto a Reforma da Previdência é danosa a categoria e ao povo brasileiro.

Os sindicalistas José Marcos - Marcão, diretor da CTB Pará e Cleber Rezende, presidente da CTB Pará, trataram dos desafios da classe trabalhadora no contexto dos ataques do governo Bolsonaro as organizações sindicais e o papel do dirigente sindical classista.

captura de tela 2019 06 07 as 14.33.04

Antônio Catete, presidente do SindFisco.

 

Para Ewerton Paixão, vice presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rodoviários do Pará (STTREPA), o seminário de formação Sindical promovido pela CTB e STTREPA foi de fundamental importância para preparar a diretoria do Sindicato para a defesa classista da categoria rodoviária, "nossa diretoria se prepara para as tarefas e ações específicas na categoria e para as lutas gerais do povo e da classe trabalhadora brasileira, contra o desmonte dos Sindicatos, contra a precarização das relações de trabalho e, em especial, para barrar nas ruas, nas garagens e locais de trabalho e no Congresso Nacional a famigerada reforma previdenciária do Bolsonaro", finalizou Paixão, "estaremos em todas as lutas e atividades contra a Reforma da Previdência Social", agradecendo a CTB e seus dirigentes Cleber Rezende, Márcia Pinheiro, Marcão, Jonh Carvalho e Wladimir Borges, bem como todos os palestrantes.

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.