Sidebar

21
Ter, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Cleyton Miguel, vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Ananindeua e Marituba (Sintram), no Pará, denuncia que a empresa de transporte coletivo Forte, de Ananindeua não respeita o descanso necessário para os rodoviários.

“Recentemente fizemos um movimento por segurança e melhores condições nos finais de linha, mas a Forte (a maior empresa de transporte de Ananindeua com 500 ônibus) não dá condições dos trabalhadores descansarem”, afirma Miguel. “Temos uma jornada exaustiva, passando mais de 8h no volante de um ônibus e isso põe em risco a nossa segurança e a dos passageiros”.

miguel vice presidente sintram

Cleyton Miguel reclama que os rodoviários de Ananindeua não têm condições adequadas de descanso

De acordo com ele, os trabalhadores rodoviários têm um período necessário de descanso, estipulado em lei, mas “os locais não oferecem a mínima condição para um descanso adequado ao bom andamento do trabalho”.

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.