Sidebar

18
Sex, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

seminario sintepp plernaria

O governador do Pará, Simão Jatene (PSDB), busca eliminar o Sistema de Organização Modular de Ensino (Some), uma modalidade de ensino de 37 anos de pleno exercício no continental estado paraense e de complexas e diversas realidades regionais, culturais, geografias, econômicas e sociais, em seu lugar implementar o Sistema Educacional Interativo - SEI, via sistema tecnológico de TVs, substituindo os trabalhos presenciais dos professores e professoras.

Para Thiago Barbosa, coordenador de Educação no Campo do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp) e vice presidente da CTB-PA, na coordenação do 2º Seminário do Some, "a realização paraense de dificuldades de acesso a energia e a internet, de infraestrutura na rede pública de ensino são limitadores de implantação do SEI e extinção do SOME, que é uma realidade e proposta de ensino consolidada em seus 37 anos de funcionamento"

O conselheiro estadual de educação e dirigente do União dos Estudantes Secundaristas do Brasil (Ubes), Rafael Galvão, afirma "nós somamos a luta dos trabalhadores da educação contra os desmandos do ensino promovido pelo governo Simão Jatene, que mais uma vez sem nenhuma consulta pública colocou um projeto nefasto que quer impor aos alunos das mais distante localidade do estado sem almenos saber da realidade dos alunos", registrando que "a UBES também se solidariza aos professores do SOME que serão afetados diretamente com esse projeto sem futuro da Seduc", por fim Galvão reforça "queremos ser protagonistas da educação, não queremos ser telespectadores de uma educação mentirosa".

seminario some ctb pa

Cleber Rezende, presidente da CTB-PA, em sua fala ao seminário registrou que nacionalmente "enfrentamos o desmonte do Brasil, dos direitos trabalhistas e das políticas públicas de Estado" e na educação "enfrentamos o 'projeto escola sem partidos', o congelamento por 20 anos dos recursos para as áreas de educação, saúde e sociais, ataques a lei do piso nacional do magistério entre outras aberrações contra o povo brasileiro e a classe trabalhadora", e no Pará, "Jatene ataca o direito de acesso a educação aos filhos dos trabalhadores rurais, ribeirinhos e das chamadas comunidades dos campos, das florestas e das águas pela realidade geográfica do Pará e na defesa dos trabalhadores em educação pelo pagamento do piso nacional aos professores e professoras do Estado e contra os ataques das prefeituras aos PCCRs".

A CTB-PA seguirá ombreada ao Sintepp, a categoria de trabalhadores em educação e as comunidades para defender o direito a educação pública e de qualidade para todos.

Fonte: CTB-PA

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.