Sidebar

25
Seg, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil Leve e Mobiliaria de Castanhal e Região (SINTICLEPEM) realizou no dia 16 dezembro assembleia de prestação de contas do exercício 2018 e confraternização de fim de ano.

Na atividade ocorreu, ainda, sorteio de cestas-básicas para os sindicalizados e o presidente José Adailson, o Careca, fez um balanço das principais lutas desenvolvidas no presente ano de 2018.

Edgar Oliveira, secretário de finanças do Sindicato, apresentou a prestação de contas, fez esclarecimentos e respondeu as perguntas surgidas na assembleia e ao final a categoria de operários e operárias aprovaram por unanimidade a prestação de contas do exercício 2018 do Sindicato.

whatsapp image 2018 12 18 at 11.44.33

whatsapp image 2018 12 18 at 11.44.40

O presidente do SINTICLEPEM, José Adailson, o Careca, avaliou como positivo os trabalhos realizados no ano de 2018, afirmando que “nossa diretoria, esteve presente nos canteiros de obras e em cada local de trabalho ouvindo as necessidades da categoria, buscando responder suas demandas e realizando campanha salarial com acordo de coletivo que resguardassem os direitos e conquistas”, ressaltando as dificuldades econômicas e a necessidade de “fortalecer cada vez mais o Sindicato, enquanto instrumento de representação da classe operária”, finalizou Careca.

Cleber Rezende, presidente da CTB/Pará, em sua fala na assembleia, contextualizou os desafios para 2019, com a posse de Bolsonaro na presidência do Brasil, afirmando que “a resistência, coordenada pelas centrais sindicais, à reforma da previdência bem como na defesa de todos os direitos e conquistas da classe trabalhadora, a luta por empregos de qualidade e por melhores salários, na defesa da retomada do crescimento econômico e do desenvolvimento nacional”, reafirmando ainda, “a defesa da democracia, da soberania nacional, dos direitos fundamentais e dos movimentos sociais, sindical, das esquerdas e do povo brasileiro”.

O presidente José Adailson, ainda agradeceu as presenças dos diretores de sua diretoria, bem como do sindicalista Ronilson Sales, secretário geral do SINDFORTE e do jovem Rafael Galvão, diretor da UJS.

CTB Pará

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.