Sidebar

21
Dom, Abr

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Ananindeua e Marituba no Pará - SINTRAM, nesta segunda-feira (01/04), em assembleia geral da categoria, prosseguiu os trabalhos da campanha salarial de data-base 2019/2020. Assembleia foi realizada na sede do sindicato.

Os trabalhadores rodoviários discutiram sobre assuntos relacionados às melhorias para categoria rodoviário, passando pelo reajuste salarial, melhores condições de trabalhos, pagamentos das horas extras, ponto biométrico, fim dos assédios morais, melhorias e renovação da frota para melhor atender os usuários do transporte público, ajustes na jornada de trabalho entre outros pontos.

Huelem Ferreira, presidente do SINTRAM, ressaltou que a categoria "mais uma vez mostrou sua força ao unificar todos os trabalhadores na defesa da pauta da campanha da categoria".

Ferreira, ainda destacou a paralização que teve na empresa Fênix transportes, na sexta-feira (29/03), quando "a empresa assinou um acordo que foi protocolado pelo Sindicato no MP (Ministério Público), afirmando um compromisso e se responsabilizando em corrigir as irregularidades na empresa para atender os anseios dos funcionários".

Na assembleia geral o presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil - CTB Pará, Cleber Rezende, ao falar para a categoria, frisou a conjuntura política de ataques à classe trabalhadora, dizendo que "a Reforma da Previdência, do governo Bolsonaro é para impedir que os trabalhadores e trabalhadoras tenham acesso a aposentadoria, e os rodoviários perdem a aposentadoria especial".

Rezende, ainda informou que a "MP 873 buscar asfixiar as organizações sindicais e neutralizar a resistência a reforma da previdência, más que vamos resistir nas ruas e nas negociações institucionais", por fim, colocou a CTB Pará e seus sindicatos de bases "a disposição da campanha salarial da categoria rodoviária".

Além da CTB, o SINDFORTE, representado pelos diretores Jonh Souza Souza e Bira Sales, que também compõe a direção da Central no Pará, estiveram presentes.

A próxima tarefa da diretoria do SINTRAM é apresentar a pauta a patronal para avançar nas negociações em defesa dos direitos da categoria.

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.