Sidebar

21
Qui, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Sindicato dos Químicos (SindQuímicos) de Barcarena, no Pará, consegue uma importante vitória para a classe trabalhadora da região. A Justiça do Trabalho em Abaetetuba, manteve a liminar que garante a estabilidade no emprego das trabalhadoras e trabalhadores da Hydro Alunorte. O sindicato entrou com essa ação desde que a Justiça embargou 50% da Hydro por causa de transbordamento de rejeitos da mineradora norueguesa (leia mais aqui).

Nesta quarta-feira (4), aconteceu  a audiência entre o SindQuímicos de Barcarena e a Hydro Alunorte para julgar o mérito da ação cautelar que impede de empresa de Barcarena demitir seus empregados. O sindicato não aceitou a proposta de comissão de 15% das trabalhadoras e trabalhadores da empresa. O sindicato não concorda com a demissão dos trabalhadores e trabalhadoras e repudia a intenção da empresa em colocar o preço do embargo em 50% de sua produção nos ombros dos funcionários da empresa.

"A luta não é em defesa dos direitos daqueles trabalhadores e trabalhadoras,ma também do meio ambiente e das comunidade afetadas. O equilíbrio das coisas não só garantirá a vitalidade da empresa, vai além disso, garante a sobrevivência de famílias e o desenvolvimento sustentável local", afirmou o Gilvandro Santa Brígida, presidente do Sindicato do Químicos (Sindiquímicos).

Presente no ato desta quarta, Cleber Resende, presidente da CTB Pará, reafirmou a luta da Central em defesa dos direitos, do emprego e da retomada do crescimento com o fortalecimento do setor produtivo. "Reiteramos que não iremos aceitar demissões e nem subterfúgios, como férias coletivas, que ponham em risco os direitos da classe trabalhadora. Nossa proposta é encontrar caminhos que contemplem os interesses das partes envolvidas, mas sem perda de direitos e emprego".

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.