22
Qui, Fev

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

As centrais sindicais nacionais deliberaram, na última semana, o Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência - 19 de fevereiro. Em Belo Horizonte, as centrais mineiras se reuniram nesta quarta-feira (7) para discutir e organizar as ações para esse ato.

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, seção Minas Gerais (CTB-MG) convoca sua base a aderir ao movimento e realizar ações nesse dia nos municípios.

“Unificar forças é fundamental nesse período em que a Reforma volta a tramitar no Congresso Nacional”, disse Valéria Morato, presidenta da CTB-MG.

Essa reforma acaba com a aposentadoria de milhares de trabalhadores e trabalhadoras do país, por isso, a sindicalista, que também é presidenta do Sindicato dos Professores de Minas Gerais (Sinpro-MG), reafirma o compromisso da central em lutar contra a reforma da previdência.

Ela ressaltou a importância de realizar panfletagens nos locais de trabalho, aeroportos, estações de ônibus e metrô, e propôs que o Dia Nacional de Luta tenha diversas ações, no sentido de esclarecer a população sobre os riscos dessa reforma.

Durante a reunião foi deliberado que em Belo Horizonte, a manifestação unificada começará às 16h, na Praça 7.

Bárbara Batista - CTB-MG

 

0
0
0
s2sdefault