26
Ter, Set

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

As duas faixas de trânsito da avenida Paulista já estão fechadas e milhares de pessoas se concentram nas proximidades do Masp e ao longo de toda extensão da avenida em ato contra o desmonte da previdência pública e de repúdio aos projetos que mudam leis trabalhistas retirando direitos da classe trabalhadora.

Leia mais: Apesar da manipulação midiática, usuários do metrô aprovam a paralisação

Neste momento na Paulista discursam sindicalistas, lideranças estudantis, partidárias e dos movimento sociais. Em outros 5 pontos da cidade ocorreram protestos durante esta tarde. O viaduto do Chá está fechado nos dois sentidos e a Praça da República reuniu mais de 50 mil pessoas em mobilização pela educação.

Até o final da noite, que se encerrou com o discurso de meia hora do ex-presidente Lula, mais de 150 mil pessoas ocupavam as vias. 

paulista-15M22.jpg

O presidente da CTB, Adilson Araújo, e o vice-presidente, Nivaldo Santana, representaram a central na manifestação, ao lado do presidente da CTB-SP, Onofre Gonçalves, do dirigente Rogério Nunes e de numerosa militância cetebista. Confira fotos: 

 adilson-nivaldo.jpg

onofre-gonçalves.jpg            rogerio-ctb.jpg

cetebistas-15M.jpg

 

 

paulista-ctb-março.jpg

paulista-frente1.jpg

Portal CTB