Sidebar

18
Sex, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A diretora da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje um aumento médio de 15,84% das tarifas da Eletropaulo, distribuidora para 24 municípios da região metropolitana de São Paulo. Para consumidores conectados à alta tensão, como indústria, o aumento será de 17,67%, e para a baixa tensão, como residências e comércio, a alta será de 15,14%.

A conta de luz, que já estava mais cara por causa da bandeira vermelha, vai ter reajuste de 15%, decide Aneel

As novas tarifas já estarão valendo a partir desta quarta-feira (4) para 7,2 mil unidades consumidoras na região metropolitana. A elevação deve ter impacto no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano.

Além do aumento de tarifa, o consumidor paulista terá de arcar com o adicional por bandeira vermelha. Diante da falta de chuvas, a Aneel manteve na sexta-feira (29), a bandeira 2, que cobra R$ 5,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumido. Em maio, a bandeira era amarela, cuja taxa extra é de R$ 1,00 a cada 100 kWh.

Para o cálculo desse reajuste, a Aneel considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica,.

Portal CTB com agências - Arte: Nef., no site Caso de Política

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.