Sidebar

13
Qui, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A CTB, em parceria com as centrais sindicais, fará terça-feira (dia 19), às 10 horas, um ato contra os juros altos, em frente à sede do Banco Central, na Avenida Paulista.

Leia também: Em demonstração de unidade e força, centrais se mobilizam contra juros altos e desemprego 

A manifestação será realizada em parceria com a Força Sindical, CUT, CSB, UGT, Nova Central –  no dia que o Copom (Comitê de Política Monetária) começa a definir a nova Taxa Selic (taxa básica de juros).

A Selic é a taxa básica da economia e serve de referência para outras taxas de juros (financiamentos) e para remunerar investimentos corrigidos por ela. A Selic completa um ano em 14,25%. Desde então, foram sete reuniões do Copom sem mudança, a mais recente, em junho, já com governo interino, mas ainda sob a presidência de Alexandre Tombini - o atual presidente do BC é o economista Ilan Goldfajn. O encontro começa na tarde da terça-feira e termina no dia seguinte, após o fechamento do mercado financeiro.

A taxa nominal é a maior em dez anos. A taxa real de juros (descontada a inflação) está em torno de 5%, ante 3% no início do ano, já que desde então o IPCA acumulado em 12 meses variou de 10,71% para 8,84%. Apesar da perda de força da inflação, o discurso do BC segue sendo de cautela. A reunião seguinte será realizada em 30 e 31 de agosto, mas o "mercado" aposta mais em corte de juros em outubro (18 e 19), quando o impeachment deverá estar definido e, a partir daí, as medidas de ajuste fiscal podem evoluir no Congresso.

Wagner Gomes, secretário geral da CTB frisa que a atividade faz parte de um calendário construído de forma unitária pelas centrais sindicais, que inclui ainda o lançamento de um manifesto no dia 26, em uma plenária no bairro da Liberdade, que abordará as principais bandeiras defendidas pelo movimento sindical. “As bandeiras dessa luta – desemprego, juros altos, reforma da previdência - atingem as bases de todas as centrais por que ameaçam direitos de toda a classe trabalhadora”, diz Gomes.


Serviço:

Protesto contra os juros altos
Terça-feira, dia 19
Horário: 10 horas
Em frente o Banco Central
Avenida Paulista, nº 1804 – São Paulo

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.