Sidebar

17
Qua, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O transporte coletivo de São Paulo aderiu de forma massiva à greve geral, desta sexta-feira *(28). Metroviários, ferroviários e condutores cruzaram os braços numa demonstração de força e unidade contra as reformas previdenciária e trabalhista, apresentada pelo governo Temer.

patio itaquera2

patio itaquera3

Desde as primeiras horas desta manhã, dirigentes da CTB e do Sindicato dos Metroviários estão reunidos na portaria do pátio do metrô Itaquera.

Para o presidente da CTB, Adilson Araújo, que acompanha a mobilização, a sociedade deu seu recado. “A classe trabalhadora acordou mais cedo em protesto as iniciativas nefastas do governo Temer, que defende um agenda ultraliberal. Fica claro que esse governo quer acabar com direitos sociais, trabalhistas e previdenciários. A sociedade participou da greve,  que paralisa setores essenciais. Os trabalhadores levantaram abandeira da democracia para dizer não à reforma da previdência e à desregulamentação do trabalho. O caminho é esse: da unidade. E somente o povo unido poderá transforma essa nação num pais mais humano e menos desigual. . O recado foi dado”, afirmou.

 

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.