Sidebar

26
Ter, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O processo eleitoral no Sindicato dos Metroviários de São Paulo entra na próxima semana em uma etapa decisiva. Entre os dias 28 de agosto e 1º de setembro a categoria terá a oportunidade de ir às urnas para eleger a nova diretoria da entidade para a gestão 2016/2019. 

Cinco chapas participam do pleito. Apoiada pela CTB, CUT e Consulta Popular, a Chapa 2 – da Reconstrução é oposição à atual diretoria da entidade. As chapas 1 e 3 são formadas por membros da situação; e a Chapa 5 é composta por simpatizantes à atual diretoria.

Preocupada com a atual fase que enfrenta a entidade, a Chapa 2 - da Reconstrução promete retomar o trabalho de fortalecimento do Sindicato e lutar pelo retorno dos direitos perdidos ao longo das últimas duas gestões. “Os metroviários têm visto suas conquistas se perderem durante as campanhas salariais. A atual diretoria não teve pulso para comandar o Sindicato, minando a confiança da categoria, que hoje se encontra insatisfeita e não se vê representada por essa direção. Queremos mudar essa situação, através de um trabalho de reconstrução do nosso Sindicato”, afirmou Almir Castro, candidato da Chapa 2.  

Durante os cinco dias, mais de 80 urnas rodarão as áreas para coletar os votos. A partir deste ano, a diretoria será colegiada. A Coordenação Executiva será composta por três coordenadores-gerais, três coordenadores de Finanças e mais 13 coordenações específicas.

“Reunimos metroviários novos, com muita garra e determinação, e experientes, que já fizeram parte da direção do sindicato e são responsáveis por conquistas históricas da categoria. Com essa composição, a Chapa da Reconstrução alia a disposição de retomar a luta da categoria, com a experiência para garantir novas conquistas”, destaca Flávio Godoi, candidato e ex-presidente do Sindicato.

Clique AQUI para acessar a página da Chapa 2 no Facebook e conhecer os (as) candidatos (as) e suas propostas.

1 chapa2

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.