Sidebar

16
Qua, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Praça da Sé, no centro da capital paulista, é o centro de uma mobilização convocada pela Frente Brasil Popular contra o pedido de prisão preventiva do ex-presidente Lula. O ato ocorre nesta sexta-feira, a partir das 11 horas e reúne entidades do movimento social, parlamentares, lideranças sociais e políticas. Depois de se concentrarem na praça os manifestantes irão até as sedes do Tribunal de Justiça e do Minstério Público de São Paulo.

A manifestação foi convocada pela Frente Brasil Popular, que realizou uma reunião de emergência em São Paulo para discutir o pedido de prisão do ex-presidente Lula formulado pelos promotores de justiça José Carlos Blat, Cássio Conserino e Fernando Henrique Araújo. Além das entidades do movimento social que integram a Frente, também compareceram parlamentares e personalidades políticas, como a vice-prefeita de São Paulo, Nádia Campeão.

O pedido dos promotores deverá também provocar reações em solidariedade a Lula por todo o país, a exemplo do que ocorreu na sexta-feira (04), quando o juiz Sérgio Moro decretou que Lula fosse conduzido pela Polícia federal para depor. Segundo Adilson Araújo, presidente da CTB, presente à plenária. “É preciso resistir. A derrota de Lula é da esquerda e do povo brasileiro”. Para o dirigente sindical o movimento social deverá ir ás ruas e intensificar as atividades em defesa da democracia e contra a marcha golpista.

Fonte: Portal Vermelho

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.