Sidebar

16
Qua, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O movimento de mulheres convoca para o ato Manifesto feminista a favor da revogação e contra a apologia ao estupro, em defesa da ex-ministra Eleonora Menicucci e contra a apologia ao crime, que será realizado em frente ao Fórum João Mendes, em São Paulo, nesta terça (24).

A ex-ministra será julgada em segunda instância após ter sido condenada em maio a indenizar em R$ 10 mil o ator Alexandre Frota, por criticar a reunião do ministro da Educação, Mendonça Filho, com o ator para debater a educação do país.

A crítica da ex-ministra tinha origem na declaração de Frota, em programa de televisão, de que já teria feito sexo com uma mãe de santo desacordada. Para a ex-ministra, a declaração configurava não só a confissão de um estupro, como também a apologia ao crime.

A sentença escrita pela juíza que a condenou em primeira instância fundamenta-se em um trecho de livro publicado pelo atual ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, no qual o autor discorre sobre “os limites da crítica”.

"Essa decisão do judiciário brasileiro é mais uma afronta aos direitos das mulheres e uma contribuição à cultura do estupro que tanto combatemos! Em defesa dos direitos das mulheres e em mobilização pela revisão em segunda instância dessa absurda decisão, estamos com Eleonora Menicucci", diz manifesto sobre o caso. 

Serviço:

Manifesto feminista a favor da revogação e contra a apologia ao estupro

Local: Fórum João Mendes

Endereço: Praça Dr. João Mendes, s/n - Centro, São Paulo

Horário: 9h

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.