Sidebar

18
Qui, Out

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Na manhã da segunda-feira, 21 de maio, a direção do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região entregou ao sindicato patronal (SIMECS) a pauta de reivindicações da campanha salarial 2018, aprovada em assembleia com os trabalhadores no dia 28 de abril.

Aumento do piso da categoria para R$ 1.500, gratuidade no transporte, redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, proibição total de mulheres gestantes em locais insalubres, salários iguais para funções iguais, creche na empresa, licença paternidade de 20 dias e triênio são alguns dos itens constantes no documento. O índice será definido quando sair o INPC do período da data-base (1º de junho). O percentual levará em conta o custo de vida da região da serra, que é maior que o nacional.

Além dessas reivindicações, a luta deste ano será em defesa da manutenção das cláusulas da convenção coletiva vigente. “A categoria metalúrgica terá de mostrar a sua força. Nossa vitória será do tamanho da participação de cada um e cada uma”, avalia Claudecir Monsani, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos.

O sindicato patronal ficou de marcar a primeira reunião de negociação após apresentar as reivindicações na assembleia dos empresários.

Sindicato de Caxias do Sul - Fotos: Beto Osorio

 

 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.