Sidebar

18
Ter, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Centrais sindicais, sindicatos e movimentos sociais já estão com todo gás na divulgação do ato que será realizado na sexta-feira (22), o Dia Nacional de Luta e Mobilização Contra a Reforma da Previdência.

A CTB Bahia convoca todos para uma panfletagem que será realizada na Estação da Lapa, nesta segunda-feira (18), a partir das 16h.

O panfleto, elaborado conjuntamente pelas centrais sindicais, conta seis mentiras que estão sendo contadas sobre as mudanças na previdência.

1 - A reforma previdência vai ser boa para o País. MENTIRA!

Eles querem trocar o atual modelo de repartição pelo modelo de capitalização em contas individuais. Hoje essa contribuição é feita entre você, o patrão e o governo. No modelo de capitalização proposto por Bolsonaro, você ficará por sua conta e seu dinheiro será administrado por seguradoras, fundos de pensão e pelos bancos, da forma que eles bem entenderem. Taxas abusivas? Problema seu! Se o banco falir? O problema é todo seu! Você ficará desprotegido e ganhará menos da metade de um salário mínimo.

Quer ver um exemplo? Hoje, se você contribuir com o mínimo exigido por 35 anos, você receberá um salário mínimo. Com a reforma de Bolsonaro, se você passar 35 anos contribuindo com R$ 100, você receberá R$ 234. Ou seja, não vai conseguir nem sobreviver!

2- A reforma foi um sucesso em outros Países. MENTIRA!

Depois de 30 anos da mesma reforma, os idosos de Chile, Colômbia, México e Peru vivem na extrema miséria. A reforma fracassou nesses lugares! Eles não possuem dinheiro para moradia, comida, remédios... O resultado disso é um alto índice de suicídios. Isso mesmo: é preferível morrer do que viver numa situação de extrema miséria!

3- O povo tem privilégios demais. MENTIRA! COMO ELES PODEM DIZER ISSO?

Que povo é esse com privilégios? A gente trabalha a vida toda, atura o mau humor do patrão, passa mais de duas horas no transporte público, nem sempre tem aumento de salário e, mesmo assim, não deixa de contribuir com a aposentadoria. E onde está o privilégio nisso, se a média da aposentadoria dos brasileiros é pouco mais de R$ 1.300? Eles querem te convencer de que a reforma é um mal necessário e colocar a dívida pública no seu bolso!

4- A reforma vai acabar com as grandes aposentadorias. MENTIRA!

Na proposta entregue por Bolsonaro, é falado brevemente sobre uma possível mudança para deputados e senadores. Atualmente, políticos, juízes e militares possuem aposentadorias milionárias. Mas esse ponto da reforma será decidido pelos próprios parlamentares. E você acha que eles vão votar a favor de quem?

5- Ninguém vai mexer na idade e no tempo de contribuição. MENTIRA!

Bolsonaro vai aumentar, sim, a idade e o tempo de contribuição para se aposentar. Vai funcionar da seguinte forma: a idade mínima será de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens. Se você quiser se aposentar com 100% do salário, terá de contribuir por 40 anos. Moleza ter que trabalhar até os 80 anos, né mesmo?

Professores, funcionários públicos, trabalhadores rurais, pensionistas, serão ainda mais prejudicados com o aumento do tempo de contribuição e de idade para se aposentar.

6- Existe um rombo na previdência. MENTIRA! NÃO HÁ DÉFICIT!

O que não te contam é que o grande problema da previdência são os calotes das grandes empresas que acumularam, até 2015, uma dívida de R$ 375 BILHÕES, mais que o dobro do falso rombo de R$ 149 bilhões que o governo utiliza para justificar a reforma.

O governo perdoa a dívida dos ricos, mas vai você ficar devendo pra ver o que acontece!

Panfletagem contra a reforma da Previdência

segunda-feira, 18, a partir das 17h

Estação da Lapa

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.