Fonte

Entrou no ar nesta quarta-feira (19), o site Placar da Previdência, uma iniciativa de jornalistas, ativistas digitais, hackers em parceria com entidades do movimento social e sindical. A página www.placardaprevidencia.com.br é uma ferramenta de pressão aos deputados e deputadas federais para derrotar a proposta de reforma da previdência enviada pelo presidente Michel Temer ao Congresso Nacional.

Acesse também o especial da CTB sobre o desmonte da Previdência Social

O site propicia o envio de mensagens para todos os e-mails e Twitter dos deputados indecisos e favoráveis à reforma com o pedido para que o parlamentar vote contra a reforma. Mensagens de apoio também podem ser enviadas aos deputados que já se declaram contrários.

De acordo com os produtores do site, “em um momento de crise e alto índice de desemprego não é hora de mudar as regras da previdência e somente com muita pressão nas redes e nas ruas a proposta de reforma da previdência será derrotada".

Diferente do cenário da votação do impeachment em que esse mesmo tipo de recurso foi utilizado, a narrativa de que a reforma da previdência será extremamente prejudicial aos trabalhadores e trabalhadoras já está consolidada e as últimas pesquisas feitas demonstraram que a maioria da população é contra as mudanças na previdência social.

Outra evidência é que o governo Temer produziu peças publicitárias que mentia sobre o rombo da previdência e chegou a ser proibida de ser vinculada, tentou jogar a responsabilidade para os estados e municípios, e agora está negociando cargos e verba publicitária em troca de apoio para aprovar a reforma.

Fonte: Placar da Previdência