20
Qua, Set

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A aprovação do regime de urgência para votação da lei da terceirização (PL 6787/16) nesta quarta-feira (19) foi mais um passo na escalada governista contra os direitos trabalhistas e sociais dos trabalhadores e trabalhadoras brasileiros(as). 

Com a decisão do plenário da Câmara, direitos como férias, 13º salário, jornada de trabalho, todas as leis contidas na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) estão sob ameaça. E, por isso, é hora de reforçar a convocatória da Greve Geral.

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), em um movimento unificado com as outras principais centrais sindicais brasileiras, já se mobiliza em suas bases para construir uma grande paralisação Nacional no dia 28 de abril e atos e manifestações em todo o país no Dia do Trabalhador, no 1º de Maio.

Confira:

25/04 terça-feira

06:00 – Manifestação no Aeroporto de Brasília

10:00 – Manifestação na Câmara dos Deputados - Votação da Reforma Trabalhista

26/04 - Vigília na Câmara dos Deputados

28/04 – Greve Geral

01/05 – Manifestações em todo o Brasil

02/05 - OCUPA BRASÍLIA - Concentração em Brasília com acampamento e manifestações permanentes no Congresso Nacional contra a subtração de direitos e a precarização do trabalho e contra o desmonte da Previdência Pública.

Portal CTB