Sidebar

16
Ter, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O presidente da extrema direita gabou-se dias atrás de que seu governo repudiava a velha política e tinha acabado com o toma lá dá cá. Foi mais um Fake News. Nesta terça (7) ficou claro que o governo vai desdobrar ministérios e criar novas pastas que serão usadas para cooptar apoio de partidos políticos no Congresso Nacional. É a prática da velha política

Após acerto com Jair Bolsonaro e os ministros Paulo Guedes (Economia) e Onyx Lorenzoni (Casa Civil), o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB/PE) anunciou na manhã desta terça-feira (7) que o governo cedeu e concordou com o desmembramento do Ministério do Desenvolvimento Regional em duas pastas, Cidades e Integração.

“Ficou decidido que o ministério do Desenvolvimento Regional vai ser desmembrado e vai ser recriado o Ministério das Cidades e o Ministério da Integração Nacional”, afirmou.

Fisiologia

Segundo reportagem de Danielle Brant e Daniel Carvalho, na Folha de S.Paulo, um articulador do Palácio do Planalto disse reservadamente que estas pastas serão comandadas por políticos. A filosofia política tem uma palavra apropriada para designar isto: é fisiologismo.

As novas pastas serão usadas para cooptar apoio de partidos políticos no Congresso Nacional, na prática da velha política criticada pelo governo, agora se vê que apenas da boca para fora.

O Executivo revela dificuldades no diálogo com o Congresso e se vê ameaçado em votações como a da reforma da Previdência e da medida provisória que define a reestruturação do governo.

Os partidos que devem comandar as pastas ainda não foram definidos. Atualmente, apenas integrantes de DEM, MDB, Novo e PSL são ministros.

0
0
0
s2sdefault