Sidebar

10
Seg, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Contra o desemprego e em defesa de direitos sociais e trabalhistas, as centrais sindicais e as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo promovem na próxima sexta-feira (10) o "Dia do Basta!", em todo o país.

O movimento vai envolver diversos tipos de ações, como atrasos de turno de trabalho, paralisações, panfletagens e atos públicos. A CTB convoca toda a sua base a construir a programação do dia 10 em seus estados. 

As centrais sindicais estão promovendo uma ampla campanha junto aos sindicatos e suas bases para construir a mobilização do dia 10 e, ao mesmo tempo, amadurecer as escolhas eleitorais para que o eleitor vote em candidatos comprometidos com a agenda da classe trabalhadora.

Para contribuir neste processo, as centrais aprovaram uma "agenda prioritária da classe trabalhadora", com propostas para o próximo governo. O documento já foi entregue a candidatos e líderes partidários. 

Na agenda, a defesa da revogação da reforma trabalhista e da Emenda Constitucional 95, a condenação da política de preços da Petrobras e do aumento dos preços dos combustíveis e pela liberdade do ex-presidente Lula. 

Protestos pelo país

Em pelo menos 17 estados brasileiros estão previstas paralisações e protestos públicos nesta sexta (10).

Confira abaixo as agendas já definidas. Acesse também os materiais disponbilizados pela central: 

Baixe o material unificado das centrais para a mobilização

Bahia

Salvador, concentração às 8h30, em frente ao mercado modelo

Ceará

Fortaleza, praça da Bandeira, na região central, a partir das 9h 

Espírito Santo

Vitória, concentração a partir das 6h, em frente à Universidade Federal do Espírito Santo, com saída prevista para as 9h por algumas das principais avenidas da capital capixaba.

Goiás

Goiânia, concentração na esquina das av. Anhanguera e Tocantins, às 16h, e caminhada até a praça do Centro Universitário

Maranhão

Passeata pelas ruas do centro de São Luís até a avenida Cajazeiras. Concentração às 6h em frente a Universidade Federal do Maranhão

Minas Gerais 

Belo Horizonte, ato público na praça da Estação, das 7h às 9h e panfletagem no centro das 16h às 18h30h

Pará

Belém, mercado de São Brás, às 17h

Paraná

Curitiba, Fiep, às 11h

Pernambuco

Recife, na praça da Democracia Derby, às 15h

Rio Grande do Sul

Porto Alegre, Fecomércio, às 8h

Rio de Janeiro

Na Praça XV, às 16h, diversos atos menores e paralisações estão marcados ao longo do dia.

São Paulo

Concentração para o ato a partir das 10h, na avenida Paulista, região central, em frente ao prédio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Sergipe

Aracaju, praça General Valadão, às 15h

Piauí

Teresina, concentração Praça Rio Branco, 8h

São Paulo

Em São Paulo, as centrais e os movimentos populares marcaram a c Em Campinas, no interior do estado, também terá um ato, a partir das 16h, no Largo do Rosário, no centro da cidade. 

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault