Sidebar

13
Qui, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

“Uma agenda para o Brasil e que defenda os direitos e interesses da classe trabalhadora”, resumiu o presidente nacional da CTB, Adilson Araújo, ao apontar os objetivos do lançamento de uma ‘Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora 2018’, proposta aprovada no Fórum das Centrais que será lançada no próximo dia 5 de junho, às 15h, na Câmara dos Vereadores de São Paulo.

O Fórum das Centrais definiu o Ato Nacional “Compromisso pelo Brasil, em defesa do emprego, da Democracia, direitos, dos sindicatos e da liberdade” no dia 10 de agosto.

O documento, que é uma ação conjunta das Centrais Sindicais (CTB, CSB, CUT, Nova Central, Força Sindical, UGT e Intersindical) em parceria com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), contém 20 pontos sobre os desafios do Brasil de hoje, sobretudo após a agenda regressiva implementada por Michel Temer em 2 anos de gestão ilegítima.

“Voltamos 20 anos em 2 e o objetivo do documento é apresentar as propostas da classe trabalhadora para a próxima etapa da luta. Com esse documento, o Fórum das Centrais ratifica que não aceitará nenhum projeto que não esteja comprometido com um projeto de país que tenha como centro a retomada do crescimento, com geração de emprego, valorização do trabalho e distribuição de renda”, ressaltou Adilson.

Ele indicou que o documento também será lançado no Congresso Nacional. “Faremos um corpo a corpo com os parlamentares em torno desta nova agenda”, emendou.

As centrais sindicais agendaram nova reunião para o próximo dia 28 de maio, 10h, na sede do Dieese.

Serviço:

Agenda prioritária da Classe Trabalhadora 2018

Lançamento: 5 de junho, às 15h na Câmara dos Vereadores de São Paulo.

Mais informações:

Adilson Araújo
Presidente Nacional da CTB - (11) 97475-2068

Assessoria de Imprensa e Comunicação da CTB - (11) 98442-9245

Portal CTB - texto e foto: Joanne Mota 

0
0
0
s2sdefault