Sidebar

10
Seg, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A pressão do Comando Nacional dos Bancários, na mesa de negociação, e da categoria surtiu efeito. Os bancos recuaram na proposta que pretendia tirar das bancárias em licença-maternidade o direito a pagamento integral da Participação nos Lucros ou Resultados (PLR).

Também está mantida a cláusula 5ª, que prevê o pagamento do salário substituto, e a cláusula 10ª, do adicional de insalubridade e periculosidade.

“Depois de o Comando ter recusado a proposta na última negociação e ter intensificado as manifestações e paralisações a Fenaban mudou a postura na mesa, entretanto é preciso avançar", avaliou o presidente da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Hermelino Neto.

O Comando cobrou aumento no índice de reajuste e os bancos pediram uma pausa. A nona rodada de negociação entre o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban continua.

Federação dos Bancários dos Estados da Bahia e de Sergipe - Feebbase

0
0
0
s2sdefault