Sidebar

13
Qui, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Fórum Nacional das Centrais Sindicais em Saúde do Trabalhador e Trabalhadora realizou nesta quarta (11) uma reunião na sede do Departamento Intersindical de Estudos Socioeconômicos (Dieese), na capital paulista, reunindo representantes de todas as centrais: CTB,CUT, Força Sindical, NCST, UGT e CGTB.

Entre os temas abordados, destaque para a necessidade de aprofundar a pesquisa sobre o que está acontecendo com a classe trabalhadora no ambiente profissional após a aprovação da reforma trabalhista e da terceirização generalizada para todas as áreas das empresas.

Para enfrentar este problema, foram criados dois Grupos de Trabalho (GT) temáticos, um focado na saúde e outro na segurança para realizar um melhor diagnóstico da realidade laboral no país.

"É uma iniciativa muito importante, já que a reforma trabalhista foi um golpe contra a saúde do trabalhador que poderá ter consequências trágicas", enfatizou o assessor do Sindmetal Jaguariúna, Eduardo Martinho Rodrigues.

Outro tema discutido foi o fim da contribuição sindical compulsória e os entraves que isto cria para que os trabalhadores possam participar dos conselhos e comissões tripartites, dificultando o acompanhamento do que vem sendo aprovado pelo governo.

O dirigente Tiago Maestro de Souza, do Sindicato dos Metalúrgicos de Jaguariúna, representou a CTB na reunião, que teve coordenação da assessora da CTB, Márcia Viotto.

A próxima reunião será no dia 26, às 10h, na sede do Dieese.

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault