Sidebar

14
Sex, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, acaba de determinar à Justiça Federal do Paraná que cumpra a ordem de liberar a entrevista do ex-presidente Lula aos jornalistas Florestan Fernandes Júnior e Mônica Bergamo, da Folha de SP.

Na sexta-feira (28), o ministro Ricardo Lewandowski autorizou a jornalista Monica Bérgamo a entrevistar Lula em Curitiba. Horas mais tarde, o ministro Luis Fux suspendeu a decisão de Lewandowski e proibiu a entrevista. 

Fux, que é vice-presidente do STF, desautorizou a decisão de seu colega e determinou censura prévia, caso os jornalistas já tivessem realizado a entrevista. Ele respondeu a um pedido que fora protocolado pelo Partido Novo, de João Amoedo, para a presidência da casa. Na ocasião, Dias Tóffoli, presidente do STF, estava em São Paulo.

Nesta segunda-feira (1º), em cerimônia pelos 30 anos da Constituição brasileira, na faculdade do largo de São Francisco, o ministro Lewandowski repudiou a decisão de Fux e afirmou que o STF havia censurado "um dos mais importantes veículos de comunicação do país impedindo que fizesse uma entrevista com um ex-presidente da República". 

Abaixo, um trecho da decisão do ministro Lewandowski:

"Em face de todo o exposto, reafirmo a autoridade e vigência da decisão que proferi na presente Reclamação para determinar que seja franqueado, incontinenti, ao reclamante e à respectiva equipe técnica, acompanhada dos equipamentos necessários à captação de áudio, vídeo e fotojornalismo, o acesso ao ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a fim de que possam entrevistá-lo, caso seja de seu interesse, sob pena de configuração de crime de desobediência, com o imediato acionamento do Ministério Público para as providência cabíveis, servindo a presente decisão como mandado. Comunique-se ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, à Juíza Federal da 12ª Vara Federal de Curitiba/PR. Publique-se e intimem-se. Cumpra-se".

Portal CTB 

 

0
0
0
s2sdefault